Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Balança de autopeças anota déficit de US$ 2,28 bilhões

Balanço | 29/06/2017 | 16h28

Balança de autopeças anota déficit de US$ 2,28 bilhões

Compras da China e Coreia do Sul tiveram alta acentuada de janeiro a maio

MÁRIO CURCIO, AB

O déficit na balança comercial de autopeças de janeiro a maio atingiu US$ 2,28 bilhões, resultando em alta de 22,8% sobre o valor anotado nos mesmos cinco meses de 2016. As exportações, para 167 mercados, somaram US$ 2,76 bilhões no período. As importações, vindas de 137 nações, atingiram US$ 5 bilhões.

Os números foram divulgados pelo Sindicato Nacional da Indústria de Componentes para Veículos Automotores (Sindipeças), elaborados a partir de informações do Ministério da Indústria, Comercio Exterior e Serviços (MDIC).

- Veja aqui o estudo do Sindipeças
- Veja aqui outros dados fornecidos pela entidade
- Veja outras estatísticas em AB Inteligência

Parte do déficit é explicada pelas compras da China, que cresceram 31,5% sobre igual período de 2016 ao somar US$ 579,2 milhões. O país é o segundo maior fornecedor de componentes automotivos ao Brasil depois dos Estados Unidos, cujas vendas ao País cresceram bem menos, 8,8%.

As compras da Coreia do Sul subiram 45,3% no mesmo intervalo, somando US$ 489,2 milhões. O país ocupa o quarto lugar e se aproxima bastante da Alemanha, terceira colocada, que enviou ao Brasil US$ 511,4 milhões.

As exportações de componentes automotivos para os quatro maiores destinos cresceram sobre o período de janeiro a maio de 2016. Os embarques para a Argentina aumentaram 12,9% com o envio de US$ 840,5 milhões em autopeças. O país permanece como o maior comprador do Brasil.

Para os Estados Unidos os embarques registraram US$ 472,8 milhões, alta de 6,1%. Para o México seguiram US$ 257,6 milhões em componentes, 5,1% a mais do que no acumulado até maio do ano passado.

O comércio com a Alemanha exibe números semelhantes aos registrados nos primeiros cinco meses de 2016. O envio de autopeças para o país cresceu 1,3% e as importações regrediram 0,4%.



Tags: Déficit, autopeças, balança comercial, Sindipeças, exportações, importações.

Comentários

  • Aurelio Borel

    E lá vem a China por ai!!! Só há uma maneira de diminuir esse avanço no médio e longo prazo: Diminuindo os gastos Públicos, isso diminuí a necessidade de tributação tão alta neste pais (Brasil é o país que trabalha mais dias por ano para se pagar imposto), fazendo com que os produtos Nacionais fiquem mais competitivos a nível de preço, estimulando o produtor e fabricantes nacionais, impedindo assim que entrem produtos de outros países com qualidade algumas vezes inferior mas com preços menores. Resume FECHEM A TORNEIRA DO GOVERNO, naquilo que for regalias e gastos desnecessários.

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência