NOTÍCIAS
22/06/2017 | 13h09

Indústria

VW confirma Polo em São Bernardo do Campo

Novo modelo resulta de um ciclo de investimentos de R$ 7 bilhões no País


REDAÇÃO AB

Novo Polo mede 4,05 m; tem 16 cm a mais do que aquele feito até 2014 no Brasil
A VW confirmou na quinta-feira a produção do novo Polo dentro da fábrica Anchieta, em São Bernardo do Campo (SP). A montagem do modelo global faz parte de um plano de investimentos de R$ 7 bilhões no Brasil, que se iniciou em 2016, vai até 2020 e já tem como certa também a montagem de um novo sedã, o Virtus.

O Polo é a principal novidade da VW no Brasil em 2017 e chega à rede no segundo semestre. Por aqui ele será o primeiro modelo menor que o Golf a utilizar a estratégia modular MQB (Matriz Modular Transversal), uma nova plataforma ou arquitetura para a produção de veículos. Ela já é aplicada em outros VW como o Passat, também estará no utilitário esportivo T-Cross e na próxima geração da picape Saveiro.

O conceito consiste na padronização do processo de manufatura nas fábricas do Grupo VW, estabelecendo, por exemplo, a mesma sequência de montagem e proporcionando como vantagem a redução do tempo de produção dos veículos.

Essa base foi desenvolvida seguindo preceitos de baixo peso, utilizando aços de alta resistência que permitem aumentar a segurança e reduzir o peso do veículo.

A produção do Polo obrigou a VW a adotar tecnologias e conceitos de indústria 4.0 na fábrica de São Bernardo do Campo, a primeira erguida pela montadora fora da Alemanha. Mas a fabricante não revela detalhes como investimento ou contratações.

David Powels, presidente e CEO da Volkswagen do Brasil e América do Sul, ressalta apenas a importância dos acordos fechados com os sindicatos de cada fábrica: “Fizemos no ano passado uma das maiores reestruturações da VW desde sua instalação no Brasil. Entre as ações, em todas as fábricas, foram firmados acordos trabalhistas com os sindicatos, com validade pelos próximos cinco anos, que permitiram redução de custos, readequação de efetivo e aumento de nossa flexibilidade”, recorda o executivo.

Em todo o mundo o Polo teve 14 milhões vendidas desde o lançamento da primeira geração, em 1975. No Brasil ele foi produzido em sua quarta geração entre 2002 e 2014 em versões hatch e sedã, que somadas ultrapassaram 350 mil unidades.

O novo modelo está na sétima geração e mede 4,05 metros. Comparado com o Polo hatch que saiu de linha há três anos ele tem 16 centímetros a mais de comprimento e 10 cm a mais de distância entre eixos.

Comentários: 1
 

Flavio Costa
30/06/2017 | 13h30
Se for fabricado aqui com a mesma tecnologia da Europa e com o mesmo preço, com certeza é um otimo modelo, porem o que preocupa é a carga tributaria do Brasil, que faz modelos inferiores custarem mais do que na Europa e EUA.

Comente essa notícia

Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de questões técnicas ou comerciais. Os comentários serão publicados após análise. É obrigatório informar nome e e-mail (que não será divulgado ao público leitor). Não são aceitos textos que contenham ofensas, palavras chulas ou digitados inteiramente em letras maiúsculas. Também serão bloqueados currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.
Seu nome*: Seu e-mail*:

QUEM É QUEM NO SETOR AUTOMOTIVO

Encontre empresas e profissionais do setor.
Confira seus perfis e biografias.

Encontre empresas e profissionais do setor.

Encontre empresas e profissionais de comunicação.

Confira seus perfis e biografias.

COLUNISTAS

ALTA RODA | 22/11/2017
Frota brasileira de 42 milhões exige controle apropriado

Esta coluna é apoiada por:

Advertisement Advertisement Advertisement Advertisement
Novas palavras, expressões e siglas podem levantar dúvidas sobre o futuro
QUALIDADE | 03/07/2017
Rota 2030 terá missão de levar a indústria automotiva nacional até o futuro
QUALIDADE | 23/11/2016
Empresas do setor automotivo precisam atualizar sistema de qualidade até 2018
Indústria | 01/08/2016
Declaração do presidente da FCA evidencia crise no setor de autopeças
Pressão de montadoras adia controle de estabilidade obrigatório
Tecnologia | 13/03/2015
Setor enfrentará grandes mudanças nos próximos anos
DE CARRO POR AÍ | 24/11/2017
Renault pode produzir no Brasil o novo Niva em 2021
INOVAÇÃO | 25/10/2017
Indústria precisa questionar qual será o seu papel no futuro
DISTRIBUIÇÃO | 03/08/2017
Marca percorreu caminho árduo e conseguiu destronar a Toyota da 1ª posição
Tecnologia | 23/07/2015
Novas ferramentas de desenvolvimento encurtam caminho para a competitividade
MERCADO | 16/01/2015
Utilização do potencial só deve melhorar a partir de 2016
AUTOINFORME | 09/11/2017
Luguez firmou parceria com o governo de Ohio
COMPETITIVIDADE | 08/04/2014
Interrupção do crescimento desafia fabricantes