Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Internacional | 20/06/2017 | 20h13

Ford desiste de fazer Focus no México para produzi-lo na China

Empresa diz que mudança vai gerar uma economia de US$ 500 milhões

REDAÇÃO AB

A Ford vai transferir a produção do novo Focus feito no México e vendido aos Estados Unidos para a China, de onde passará a ser exportado para o mercado norte-americano a partir do segundo semestre de 2019 em uma estratégia que deve poupar US$ 500 milhões. Esta é a primeira importante decisão relacionada a investimento feita pelo novo presidente-executivo, Jim Hackett, que sucedeu a Mark Fields em maio (leia aqui).

Em janeiro, depois que o presidente norte-americano Donald Trump criticou a montadora por repassar a produção de automóveis pequenos ao México, a empresa disse que desistiria dos planos de construir uma fábrica para o Focus no valor de US$ 1,8 bilhão em San Luis Potosí no México e que, em vez disso, iria produzir o modelo em uma fábrica existente, em Hermosillo.

A discussão sobre a mudança de produção de veículos menores do México para a China começou alguns meses atrás, ainda sob a supervisão de Fields, disse o presidente de operações globais, Joe Hinrichs. O movimento sugere que a China poderia desempenhar um papel muito mais relevante no futuro da produção de veículos para a América do Norte, colocando o México como uma fonte de produção de baixo custo. Além disso, a decisão também sinaliza uma mudança na estratégia da Ford, que está respondendo à queda da demanda de consumidores dos EUA por carros pequenos em favor de caminhões e SUVs mais caros e lucrativos. As vendas do Focus nos Estados Unidos caíram 22% até este mês, já que os baixos preços da gasolina ajudaram a estimular a compra de veículos maiores.

Por outro lado, a Ford também espera exportar para a China cerca de 80 mil veículos neste ano, incluindo o Lincoln Navigator, redesenhado e que entrará em produção neste trimestre na fábrica de caminhões da Ford no Kentucky (EUA).

À imprensa mexicana, a Ford informou que a decisão não impactará de imediato seus níveis de emprego no país, explicando que continuará a produzir o Fusion e o Lincoln MKZ, bem como suas versões híbridas, na planta de Hermosillo. O complexo industrial, com 30 anos de operação, é a única fábrica que produz veículos híbridos no México e foi a primeira a montar modelos de luxo.

Além disso, a montadora confirmou que está expandindo sua planta de transmissões em Irapuato, na qual começará a fabricar novos produtos no próximo trimestre, além de começar a fabricar novos motores na planta de Chihuahua a partir de novembro.



Tags: Ford, Focus, México, China.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência