Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Randon firma joint venture no Peru com Epysa, do Chile

Negócios | 20/06/2017 | 18h30

Randon firma joint venture no Peru com Epysa, do Chile

Acordo prevê fábrica em Lima com operação a partir do segundo semestre

REDAÇÃO AB

A Randon anuncia a criação de sua primeira joint venture, a Randon Peru, a partir de um contrato com o Grupo Epysa, do Chile, que prevê fábrica na capital peruana Lima para fabricação, montagem e distribuição de semirreboques da marca brasileira. O acordo prevê ainda o controle da Randon com 51% do negócio e com início da operação para o segundo semestre. As empresas não divulgaram o valor do investimento, limitando-se a informar que eles são proporcionais às participações acionárias. O negócio foi assinado na terça-feira, 20, pelos diretores David Randon e Alexandre Gazzi, da Randon, e por Juan Francisco Novion e German Novion, da Epysa.

Pelo acordo, a Randon atuará com sua experiência de tecnologia de produto e industrial, enquanto a Epysa desenvolverá os acordos comerciais e de vendas no mercado peruano. A fábrica terá capacidade para produzir 1 mil unidades por ano.

Segundo a Randon, a decisão foi baseada no potencial do Peru, o terceiro maior mercado da América do Sul, atrás apenas de Brasil e Argentina. Por ano, aquele país consome algo em torno de 6 mil semirreboques.

“O relacionamento de longa data amplia a confiança mútua e nos remete para um futuro promissor”, disse o diretor da Randon, Alexandre Gazzi, referindo-se ao fato de a Epysa Equipos ser distribuidor da marca Randon há mais de 35 anos no mercado chileno.

Por meio da marca Randon, a Epysa mantém a liderança do mercado de reboques e semirreboques no Chile, com uma participação de 55%. No Peru a empresa tem 14 pontos de vendas de peças de reposição.



Tags: Randon, joint venture, fábrica, Peru, Grupo Epysa.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência