Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Marelli e Bosch estão em peso no Fiat Argo

Autopeças | 02/06/2017 | 18h08

Marelli e Bosch estão em peso no Fiat Argo

Empresas fornecem itens de segurança e tecnologia para o novo carro

REDAÇÃO AB

Os fabricantes de sistemas e autopeças Magneti Marelli e Bosch estão entre os fornecedores de tecnologias para o novo Fiat Argo. Entre os destaques da Marelli estão o câmbio automatizado GSR, o sistema de partida a frio ECS, que dispensa o tanquinho de gasolina, e o quadro de instrumentos com display digital de alta resolução.

A Bosch entrega para o Fiat Argo o Programa Eletrônico de Estabilidade (ESP), o assistente de partida, e o Sistema de Monitoramento da Pressão dos Pneus (iTPMS).

O câmbio Magneti Marelli GSR é uma evolução da transmissão automatizada Dualogic, mas também usa como base uma caixa manual de cinco marchas. O sistema de partida a frio Marelli ECS (sigla de Ethanol Cold System) estreou em 2016 nos novos Uno com motor Firefly. Segundo a empresa, garante partidas a -8 graus célsius, reduz emissões e utiliza menos de 0,5% da capacidade total da bateria em temperaturas mais baixas.

O ECS é composto por coletor de admissão, corpo de borboleta e válvula cânister, galeria de combustível e bicos injetores, além da unidade de controle de aquecimento e dois aquecedores de combustível.

Entre os itens que a Marelli fornece para o Argo há também faróis, lanternas e pedais. A empresa desenvolveu todo o sistema de exaustão e fornece o coletor de escape com catalisador integrado.

Da Bosch, o controle de estabilidade ESP monitora a todo o instante o comportamento do veículo. Quando percebe uma situação crítica, o sistema reage de imediato, independentemente da ação do motorista, utilizando seletivamente o freio de cada roda para pôr o carro de volta no rumo certo. Isso ocorre pela intervenção de centrais eletrônicas de alta capacidade. O ESP não só inicia a correção de trajetória pelos freios como também pode interferir no funcionamento do motor, reduzindo a potência que chega às rodas.

O assistente de partida em rampa também funciona em conjunto com os freios. Durante uma saída de garagem no subsolo, por exemplo, o sistema impede que o carro desça naquele meio tempo em que o motorista tira o pé direito do freio e o coloca no acelerador.

O monitoramento de pressão dos pneus ajuda sobretudo na segurança porque utiliza sensores de velocidade presentes nas rodas. Eles monitoram o raio efetivo dos pneus e também extraem a frequência de ressonância. As informações permitem detectar um pneu murcho ou furado.

Uma vez que identifica perda de pressão, o iTPMS alerta o motorista no painel do carro. Outro benefício do sistema é a redução de consumo de combustível e do desgaste dos pneus.



Tags: Magneti Marelli, Bosch, Fiat, Argo, ECS, iTPMS, GSR, Dualogic, ESP.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência