Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Serviços | 29/05/2017 | 18h43

Cavenaghi adapta Ecosport para cadeirantes

Motorista pode dirigir com sua própria cadeira de rodas motorizada
REDAÇÃO AB

As pessoas com mobilidade reduzida passam a contar com mais uma opção de veículo adaptado: a Cavenaghi, uma das principais empresas de aperfeiçoamento de produtos para pessoas com deficiência apresenta o Pegasus Ecosport, solução desenvolvida no Brasil que dá maior autonomia para usuários de cadeiras de rodas motorizada. Por meio de um controle remoto sem fio, o motorista cadeirante opera o sistema de abertura da porta traseira e da rampa de acesso ao interior do veículo, permitindo que ele possa entrar sentado na sua própria cadeira de rodas, chegar com ela ao volante e dirigir. Um sistema automático instalado no piso evita que a cadeira se desloque durante a condução.

“O desenvolvimento deste produto foi um dos maiores desafios que enfrentamos ao longo da história da Cavenaghi. Foram mais de dois anos de estudos específicos para desenvolvê-lo”, conta o diretor técnico, Carlos Cavenaghi.

O modelo será lançado durante a 15ª edição da Reatech, Feira Internacional de Tecnologias em Reabilitação, Inclusão e Acessibilidade, que será realizada entre 1º e 4 de junho, no São Paulo Expo.

Durante o evento, a empresa também apresentará outras soluções, como o Autolift, criado para facilitar o embarque e desembarque de cadeira de rodas em automóveis, e a rampa D2, projetada para facilitar o armazenamento das cadeiras de rodas manuais no porta malas.



Tags: Cavenaghi, Ecosport, Reatech, cadeirante, cadeira de rodas, mobilidade reduzida.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.
AB Inteligência