Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Negócios | 15/05/2017 | 19h30

Lyft faz parceria com empresa do Google com foco em carros autônomos

Empresa concorrente da Uber quer lançar serviços com a tecnologia

REDAÇÃO AB

Mais dois novos players do mercado automotivo anunciaram parceria com foco em carros autônomos. Desta vez a plataforma de transporte Lyft, concorrente da Uber, estabeleceu cooperação com a Waymo, empresa da Alphabet dona do Google, que passou a concentrar todas as iniciativas ligadas ao desenvolvimento de veículos autoguiados da gigante de tecnologia.

O acordo não é exclusivo e, portanto, a parceria da empresa de transporte com a General Motors segue valendo. A montadora testa veículos autônomos nos Estados Unidos e, no futuro, pode oferecer carros com a tecnologia para a frota da startup. Com a cooperação a Waymo reforça seu posicionamento como fornecedora de soluções e sistemas, descartando o interesse em efetivamente dominar toda as etapas e a produção de veículos.

A empresa começou a rodar com um projeto piloto nas vias públicas do Arizona. Unidades autônomas da minivan Pacifica, da Chrysler, passaram a oferecer serviços de transporte individual. Ao se associar à Lyft, a empresa pode ganhar escala com o serviço rapidamente quando ele estiver acabado.

O acordo aproxima a Lyft da Uber, que tem feito uma série de parcerias com foco em carros autônomos. Há acordos com a Mercedes-Benz e com a Volvo Cars, por exemplo. A parceria com a Wayma, no entanto, dá alguma vantagem à companhia. A empresa do Google tem quase uma década de pesquisas da tecnologia.

Tags: Lyft, Waymo, Google, carro autônomo.


Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência