Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Implementos têm pior resultado da década

Mercado | 08/05/2017 | 19h00

Implementos têm pior resultado da década

Vendas recuam 26,7% até abril, mas Anfir vê sinais de recuperação

REDAÇÃO AB

Com queda acumulada nas vendas de 26,7% sobre o mesmo período do já muito ruim, os fabricantes de implementos rodoviários tiveram o pior primeiro quadrimestre desta década, com apenas 15.409 unidades negociadas, entre veículos rebocados e implementações sobre chassis. O resultado negativo em relação ao exercício anterior tem sido uma constante desde 2012, deixando a indústria a cada ano mais longe do recorde de 57.774 implementos vendidos em 2011. Os números foram divulgados na segunda-feira, 8, pela Anfir, que reúne as empresas do setor.

- Veja aqui o resultado dos fabricantes de implementos associados à Anfir no primeiro quadrimestre de 2017
- Veja em AB Inteligência estudos e estatísticas periódicas para download


“O desempenho no início do ano sempre sofre reflexos do mês mais curto (fevereiro) somados ao mês de mercado tradicionalmente mais fraco (janeiro)”, explica Alcides Braga, presidente da Anfir. “Este ano, porém, com a crise o resultado despencou”, completou, em comunicado divulgado pela entidade.

As vendas de reboques e semirreboques apresentaram redução de 18,77% no primeiro quadrimestre de 2017 com relação ao mesmo período de 2016. No total, foram emplacadas 6.615 unidades. No segmento de carrocerias sobre chassis, com 8.794 unidades entregues aos clientes, o resultado dos quatro primeiros meses de 2017 ficou 31,69% abaixo do registrado um ano antes.

RECUPERAÇÃO SEGUE NO HORIZONTE

Apesar da forte retração das vendas, segundo a Anfir alguns segmentos no mercado de carretas já começam a apresentar variação positiva. Os primeiros a apresentar resultado superior ao do mesmo período do ano passado foram os baús de carga geral, transporte de toras, baús frigoríficos e baús lonados.

“Ainda é cedo para considerar que iniciamos a esperada recuperação, mas os números não deixam dúvidas que alguns segmentos já estão respondendo bem”, afirma Mario Rinaldi, diretor executivo da Anfir. “A reação no segmento leve (carrocerias sobre chassis) demora e acontece sempre em consequência da reação no setor pesado (reboques e semirreboques)”, conclui.



Tags: Anfir, implementos rodoviários, mercado, vendas, resultado, balanço.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência