Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
KS espera crescer dois dígitos no pós-venda

Autopeças | 27/04/2017 | 15h42

KS espera crescer dois dígitos no pós-venda

Empresa de autopeças também deve vender mais às montadoras em 2017

MÁRIO CURCIO, AB

O Grupo Rheinmetal, detentor das marcas KS, Pierburg e BF, espera um aumento relevante no pós-venda para 2017. “Teremos um crescimento de dois dígitos”, afirma Claus von Heydebreck, diretor-geral da Motorservice, divisão de aftermarket do grupo.

O executivo concedeu entrevista coletiva durante a 13ª Automec, feira de autopeças que ocorre até 29 de abril no São Paulo Expo. A empresa com fábrica em Nova Odessa (SP) levou ao evento novas linhas de bombas de óleo, pistões e camisas de cilindro para veículos leves e pesados.

Sobre o momento atual, ele diz: “Acredito que já ultrapassamos o ponto mais baixo (da crise), já vemos indicadores de crescimento da economia como aumento de consumo de combustível e fluxo nas estradas (...) Para 2017 e 2018 temos uma previsão semelhante à dos bancos, com pequena tendência de alta.”

O período recente foi difícil para o grupo no Brasil porque 80% de seu faturamento vem do fornecimento às montadoras. “Em 2016 nossa queda foi alinhada à da produção automotiva (segundo a Anfavea, -11,2%). E mesmo no aftermarket foi difícil porque boa parte do que fornecemos é para os veículos pesados, que por rodarem menos consumiram menos itens de manutenção.”

Heydebreck admite que a perspectiva de fornecimento às montadoras em 2017 é melhor que a do ano passado por causa do aumento de 24% da produção de veículos em relação ao primeiro trimestre de 2016. O crescimento decorre da alta de exportações de veículos e aumento da atividade. No começo de 2016 houve mais paralisações e férias coletivas.



Tags: KS, Grupo Rheinmetal, Pierburg, BF, Motorservice, Claus von Heydebreck.

Comentários

  • Marco Botelho

    Boa perspectiva para as empresas que buscaram melhorar a eficiência e se estruturar no aftermarket. Ainda não dá para dizer que esse crescimento é capaz de compensar toda a diminuição tida no mercado de fornecimento às montadoras, mas já traz um grande alento para passar pela fase, que esperamos seja o final, da crise no mercado automotivo.

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência