Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Zen estará em novo carro com Start-Stop
Na Automec, Zen mostra itens fornecidos ao mercado interno e para exportação

Autopeças | 26/04/2017 | 23h45

Zen estará em novo carro com Start-Stop

Fabricante catarinense vai fornecer impulsor de partida para o modelo
MÁRIO CURCIO, AB

Neste segundo semestre, a catarinense Zen passará a fornecer impulsores de partida para o motor de arranque de um novo automóvel brasileiro equipado com Start-Stop. “A produção dessa peça tem tolerâncias menores e requerimentos mais rigorosos. O impulsor de um carro comum tem de resistir a 60 mil partidas. Num veículo com Start-Stop esse número sobe para 300 mil”, disse o presidente e CEO da companhia, Gilberto Heinzelmann, em entrevista concedida a Automotive Business na 13ª Automec, feira de autopeças que ocorre até 29 de abril no São Paulo Expo.

O executivo não revela nome ou marca do modelo. O impulsor é o componente do motor de arranque que faz girar o motor a combustão. Carros com Start-Stop se desligam com grande frequência (em semáforos e trânsito congestionado, por exemplo) e por isso as partidas ocorrem mais vezes.

Além do novo produto, a empresa está focada no aftermarket, que responde hoje por 60% das vendas da companhia brasileira. “Nos anos recentes a receita era dividida meio a meio entre fornecimento a montadoras e pós-venda”, diz o executivo.

Um item importante para o aftermarket da empresa são os tensores de correia. “A venda deles subiu 60% em 2016 e neste ano terá alta de três dígitos”, garante. O crescimento expressivo decorre de uma mudança de hábito nas oficinas, a substituição da correia dentada e seu tensor juntos: “As montadoras recomendam a troca das peças simultaneamente. Só se consegue maior vida útil trocando o conjunto”, diz.

A Zen também recorre às exportações. “Este era outro ponto em que tínhamos grande equilíbrio, com cerca de 50% da produção para o mercado interno e a outra metade para o exterior. Em 2016 as exportações responderam por 64%”, afirma.

A empresa só lamenta que os resultados não sejam melhores em 2017 por causa da valorização do real: “O câmbio este ano não está ajudando. Prevíamos uma cotação de R$ 3,30 para cada dólar, mas ela vem oscilando entre R$ 3,10 e R$ 3,20”, diz o executivo.

Tags: Zen, Automec, impulsores de partida, tensionadores de correia, polias, Gilberto Heinzelmann.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.
AB Inteligência