Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Mercedes Actros gasta menos com manutenção

Aftermarket | 24/04/2017 | 17h57

Mercedes Actros gasta menos com manutenção

Pesquisa aponta vantagem de 15% do modelo sobre os concorrentes
REDAÇÃO AB

Uma pesquisa realizada pela Quest Inteligência revelou que o caminhão pesado Mercedes Actros teve custo de manutenção 15% menor que o dos principais concorrentes num período de cinco anos.

“Essa é mais uma vantagem do nosso caminhão topo de linha no mercado, o que assegura mais rentabilidade aos clientes”, afirma o vice-presidente de vendas, marketing, peças e serviços para caminhões e ônibus da Mercedes-Benz do Brasil, Roberto Leoncini.

Para divulgar essa informação a montadora está lançando uma campanha que aponta as vantagens do modelo. “Enfatizamos que o Actros é um caminhão totalmente desenvolvido e produzido no Brasil, de acordo com as características e a realidade do transporte brasileiro”, diz Leoncini.

Para reforçar a vocação do Actros, a campanha utiliza um vídeo gravado na linha de produção em Juiz de Fora (MG), que usa como personagem central a mãe de um caminhoneiro. Ela vai até a fábrica para pedir mais dedicação e carinho na produção do caminhão, porque seu filho passa muito tempo na estrada. A campanha foi criada pela Moma Propaganda.

Veja abaixo o vídeo da nova campanha:



Tags: Mercedes, Mercedes-Benz, Actros, Quest Inteligência, Roberto Leoncini, Moma Propaganda.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.
AB Inteligência