Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Transportes | 19/04/2017 | 19h9

Venda de ônibus rodoviários crescerá em 2017

Legislação consolidada para o setor pode elevar negócios em mais de 50%
MÁRIO CURCIO, AB

Com mudanças na legislação do transporte de passageiros em estrada e a crença na estabilidade econômica, os empresários do setor devem investir na renovação de suas frotas este ano. Se essa expectativa se realizar, a venda de ônibus rodoviários pode crescer mais de 50%, chegando a 1,4 mil até o fim de 2017.

“Neste primeiro trimestre vendemos 450 unidades”, afirma o diretor de vendas e marketing de ônibus da Mercedes-Benz, Walter Barbosa, que pretende garantir para si ao menos 50% do segmento neste ano. Entre as mudanças consolidadas para os ônibus rodoviários estão o aumento da carga por eixo, a legislação de gratuidades (para menores, idosos, portadores de necessidades especiais e jovens de baixa renda) e aumento do comprimento de 14 para 15 metros nos modelos 8x2 (com quatro eixos, sendo um deles para tração).

“Com isso o sistema rodoviário se consolidou e encoraja o setor a investir. As novas taxas de juros menores e a crença na estabilidade da economia também motivam o segmento”, estima Barbosa. A legislação que aumentou para 15 metros o comprimento total dos modelos 8x2 causará um salto em suas vendas: “Esses chassis passarão de 3% para 15% das vendas de ônibus rodoviários por causa do aumento da capacidade em até oito passageiros”, afirma o executivo da Mercedes.

O maior número de assentos ajuda a equilibrar as gratuidades definidas em lei: uma vaga para criança, duas para portadores de necessidades especiais, uma para jovem de baixa renda e duas para idosos. “As gratuidades têm impacto de 6% em nosso negócio”, afirma a diretora comercial e de marketing da empresa Águia Branca, Paula Correa.

A companhia comprou 12 ônibus de 15 metros equipados com o chassi Mercedes-Benz O 500 RSDD. “Eles serão encaixados em linhas de grande volume de passageiros”, diz Paula. São ônibus com carroceria double decker, configurados com seis poltronas-leito no piso inferior e 44 poltronas-semileito em cima. Dependendo do tipo de cadeira escolhida o chassi pode ter de seis a 20 lugares embaixo e de 20 a 56 em cima.

O chassi 8x2 Mercedes é equipado com motor de 408 cavalos, tem câmbio automatizado, suspensão pneumática eletrônica, volante multifuncional e piloto automático. Os itens de segurança incluem retarder, freios com ABS e controle de tração. O leitor de faixa de rolamento e o monitor da pressão dos pneus são opcionais. O preço sugerido para o chassi é de R$ 450 mil. Marcopolo e Comil já trabalham com os novos modelos 8x2 de 15 metros.

Tags: Ônibus rodoviários, Mercedes-Benz, Walter Barbosa, Paula Correa, Águia Branca, Comil, Marcopolo.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.
AB Inteligência