Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Internacional | 13/04/2017 | 16h35

Grupo VW recua 0,5% em vendas mundiais

Retração na China foi em parte compensada por outras regiões

REDAÇÃO AB

As vendas do Grupo VW registraram 2,49 milhões de unidades no primeiro trimestre e pequena queda de 0,5% em relação ao mesmo período do ano passado. A retração foi especialmente motivada pela China, onde as 891,5 mil unidades resultaram em 6,7% de queda ante os mesmos três meses de 2016.

Naquele mercado os Automóveis VW recuaram 3,8% e os Audi, 22,1%. Como consequência, ambas as marcas apresentaram desempenho geral negativo (a VW com -1,3% e a Audi com -7,3%). A redução de entregas da Audi na China ocorreu porque os concessionários locais chegaram a interromper em parte do trimestre, temendo o surgimento de uma nova rede de revendas em razão de um acordo firmado em novembro entre a VW e a estatal Saic.

Todas as outras marcas e divisões do grupo registraram alta no trimestre. E o desempenho positivo da companhia em macrorregiões como Europa, América do Norte e até na América do Sul permitiram volume total próximo ao do primeiro trimestre de 2016, com uma redução de apenas 13 mil unidades.

O continente europeu entregou 1,1 milhão de unidades no trimestre e anotou alta de 4,4%. As porções central e leste da Europa venderam 169,6 mil veículos do grupo e anotaram alta de 12,3%.

A América do Norte registrou 213,7 mil veículos novos do Grupo VW e cresceu 6%. A alta foi puxada pelos Estados Unidos, onde as vendas aumentaram 9,2% em relação ao primeiro trimestre do ano passado, período impactado pela repercussão do dieselgate.

A América do Sul entregou 121,8 mil veículos do grupo e anotou alta de 10,4%, a despeito de as vendas do Brasil terem recuado 4% no período.

DESEMPENHO POR MARCA

A fabricante tcheca Skoda entregou neste primeiro trimestre 283,5 mil veículos e registrou alta de 2,5%. Com 117,3 mil veículos, a espanhola Seat anotou importante alta de 14%. A Porsche continua embalada pelo Macan e as novas gerações de 911 e Panamera, somando 59,7 mil carros e crescimento de 6,6%. A divisão VW Veículos Comerciais registrou 121,8 mil unidades e cresceu 8%. Os 25,2 mil MAN entregues pelo mundo anotaram 7,5% de alta.

Da Scania foram 20,7 mil unidades, crescimento de 12% sobre o primeiro trimestre de 2016.

Veja abaixo o desempenho do grupo por marca e região:




Tags: VW, Volkswagen, vendas mundiais, Audi, Skoda, Porsche, Scania, MAN, Volkswagen Veículos Comerciais.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência