Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Transportes | 28/03/2017 | 18h15

MAN Latin America celebra 10 anos do Caminho da Escola

Primeira parceira do programa forneceu 16 mil ônibus no período

REDAÇÃO AB

10 anos, em março de 2007, era criado o Caminho da Escola, programa governamental para renovação e ampliação da frota de ônibus escolares no Brasil, operado pelo FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação). Na mesma época, foi firmado acordo com a MAN Latin America, a primeira a fornecer os veículos para o programa. Neste período, a montadora contabiliza a entrega de 16 mil Volksbus, responsáveis pelo transporte de mais de 1 milhão de estudantes em 5 mil municípios.

O portfólio Volksbus conta com modelos rural e urbano de piso baixo, na faixa de 5 a 15 toneladas, definidos com base no estudo realizado em campo para cada aplicação do transporte escolar, feito em parceria com o próprio FNDE, universidades, centros de pesquisa e Inmetro.

Entre suas características, estão suspensões elevadas e reforçadas para trajetos com desnível e acidentados, pneus de uso misto, eixo dianteiro com viga forjada, balanço dianteiro mais curto, ângulos de ataque e saída maiores, poltronas estofadas, mecanismos antiesmagamento e dispositivos para acessibilidade de alunos com mobilidade reduzida.

“É uma grata missão desenvolver veículos seguros e confortáveis, que garantem a oportunidade de acesso à educação de tantas crianças”, declara o presidente e CEO da MAN Latin America, Roberto Cortes.

Além da MAN, outras duas montadoras também fornecem ao Caminho da Escola, Iveco e Mercedes-Benz.



Tags: MAN Latin America, ônibus, Caminho da Escola.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência