Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Carreira | 17/02/2017 | 17h36

Edson Orikassa e reeleito à presidência da AEA

Executivo estará à frente da entidade para o biênio 2017 e 2018

REDAÇÃO AB

Nota atualizada às 13h23 em 20/02/2017

Edson Orikassa é reeleito à presidência da Associação Brasileira de Engenharia Automotiva – AEA – para o biênio 2017-2018. Na quinta-feira, 16, ao iniciar o segundo mandato, o executivo apresentou os assuntos que vão permear as atividades nestes próximos dois anos, bem como sua nova diretoria também para o mesmo período.

Entre as prioridades, a entidade vai trabalhar em questões como as novas políticas industriais do setor, a última etapa do Inovar-Auto, a manufatura avançada e Indústria 4.0 e o Programa Brasileiro de Combustíveis, Tecnologias Veiculares e Emissões (PCVE).

Confira o novo corpo diretivo da AEA para 2017-2018:

Marcos Clemente (vice-presidente)
Alfredo Castelli (Eventos)
Anderson Suzuki (Comunicação)
Carlos Sakuramoto (Manufatura)
Eugenio Coelho (Marketing)
Flavio Sakai (Conectividade)
Gilmar Laigner (Novas Políticas Setoriais)
Jefferson Oliveira (Pós-Venda)
João Irineu Medeiros (Emissões e Consumo – Leves)
Marcelo Massarani (Universidade)
Marcello Depieri (Acreditação de Laboratório)
Marcio Azuma (Emissões e Consumo – Motos)
Marcos Vinicius Aguiar (Relações Institucionais e interino de Segurança Veicular)
Nilton Monteiro (Diretor Adjunto)
Paulo Jorge Antonio (Emissões e Consumo – Pesados)
Rodrigo Giglio (Fora de Estrada e Estacionários)
Rogério Gonçalves (Combustíveis)
Sidney Oliveira (Administrativo e Finanças)
Simone Hashizume (Lubrificantes).

Tags: AEA, Engenharia Automotiva, Edson Orikassa.


Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.
AB Inteligência