Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Setor de autopeças precisa exportar, mas não é fácil virar a chave

Indústria | 17/02/2017 | 15h43

Setor de autopeças precisa exportar, mas não é fácil virar a chave

Letícia Costa aponta que é essencial ter fôlego para garantir competitividade

REDAÇÃO AB

Conteúdo apresentado por VIII Fórum da Indústria Automobilística

Com a crise no mercado brasileiro de veículos, as empresas de autopeças, que seguiam tão focadas no mercado nacional nos últimos anos, voltaram o olhar para as exportações. Esta transição, no entanto, é desafiadora, como avisa Letícia Costa, da Prada Assessoria. “É essencial olhar para o mercado externo, mas não é fácil virar a chave”, avalia.

A consultora destaca que o Brasil se posicionou com uma indústria fechada, em que “os negócios iam bem quando o mercado doméstico estava bem”. Na visão de Letícia, mudar esta postura agora exige que as empresas invistam em produtividade e competitividade. Ela reconhece, no entanto, que uma série de fabricantes de autopeças nacionais não têm fôlego para se reinventar justamente no momento de crise mais aguda dos negócios. “Para estas empresas, a saída mais rápida é buscar o mercado de reposição.”

A cadeia produtiva fechou 2016 com déficit de US$ 5,3 bilhões na balança comercial de autopeças (leia aqui). Enquanto os fabricantes locais geraram US$ 6,57 bilhões em faturamento com exportações, as importações de componentes somaram US$ 11,82 bilhões. Para a entidade, o desequilíbrio tão acentuado é reflexo da relação cambial e das dificuldades enfrentadas para vender autopeças à Argentina, principal mercado da indústria nacional.

Projeções divulgadas pelo Sindipeças em novembro do ano passado apostam em redução do saldo negativo da balança comercial de autopeças para 2017. Segundo a entidade que representa o setor, as empresas devem acumular déficit de US$ 4,23 bilhões este ano.

Tanto Letícia Costa quanto Dan Ioschpe, presidente do Sindipeças, participarão do VIII Fórum da Indústria Automobilística, principal evento de negócios do setor, que acontece em São Paulo (SP) no dia 17 de abril. O encontro trará debates sobre a cadeia produtiva, compras das montadoras, mercado, caminhões, entre outros assuntos. Além de conteúdo de alta credibilidade, o Fórum traz feira tecnológica e rodada de negócios com montadoras, sistemistas e a cadeia produtiva. Veja a programação completa e faça a sua inscrição aqui.



Tags: autopeças, exportação, crise, VIII Fórum da Indústria Automobilística.

Comentários

  • Lourenço Oricchio

    Compactuo 100% com as colocações da Leticia e ainda gostaria de agregar alguns comentarios. Sem duvida a Exportação é uma excelente saida para as autopeças. Principalmente para as Brasileiras que não possuem matrizes no Exterior. Porem, para iniciar as exportações é preciso: 1- Conquistar a confiança das casas Matrizes das Montadoras (centro de desenvolvimentos) e participar dos novos desenvolvimentos que serão colocados no Mercado dentro de 3 a 4 anos. Wolfsbusrg; Ingolstadt; Russelshein; etc... 2- Durante o periodo de desenvolvimento, existirão gastos de testes; ferramentais que terão que ser absorvidos pelas autopeças. Poucas tem folego nesse momento. 3- Para conquistar a confiança das engenharias das casas Matrizes, sera necessario um service bom e presence permanente nesses locais por um longo periodo de tempo. Suportando os engenheiros das casas de Desenvolvimentos das Montadoras. Lourenço Oricchio

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência