NOTÍCIAS
16/02/2017 | 20h00

Mercado

Renault projeta 2017 estável com exportação em alta

Presidente da operação brasileira prevê recuperação em dois momentos no ano


PEDRO KUTNEY, AB

Cambolive: mais produtos para vender e exportar em 2017
“Trabalhamos com a expectativa de que o mercado brasileiro em 2017 seja igual ao de 2016, em torno de 2 milhões de veículos”, projetou Fabrice Cambolive, presidente da Renault do Brasil, durante o lançamento do Captur, o mais novo SUV da montadora produzido no País (leia aqui). “O ano começou ruim e a recuperação deve acontecer em dois momentos: começa antes com as vendas para empresas e só depois, no segundo semestre, as pessoas físicas devem sentir os efeitos da redução dos juros para voltar a comprar carros”, avaliou o executivo.

Para a Renault, no entanto, o ano tende a ser melhor com sua presença significativamente aumentada no segmento de utilitários esportivos e assemelhados, o único que cresce nas vendas nacionais de veículos. Além do Captur lançado agora e do Duster já há cinco anos no mercado, chegam em breve ao portfólio da Renault dois outros SUVs: o Koleos, de porte maior, importado da Coreia, e o compacto popular Kwid a ser fabricado em São José dos Pinhais (PR).

Mas Cambolive prefere ser cauteloso ao falar das expectativas da empresa: “Claro que nosso objetivo é crescer, mas não entro em números. Queremos alcançar um desempenho sustentável. Esperamos que os novos carros tragam bons resultados, mas quanto e a que velocidade, veremos”, disse. Em 2016 a Renault alcançou a maior participação de mercado de sua história no Brasil, fechando o ano com market share de 7,5%. Contudo, as vendas totais de 150 mil unidades representaram queda de 17% sobre 2015, e assim a marca desceu do quinto para o sétimo lugar do ranking das marcas de veículos leves mais vendidas no Brasil no ano passado, sendo ultrapassada por Hyundai e Toyota, que também deixaram a Ford para trás, na sexta colocação. O movimento ocorreu justamente pela maior presença nos segmentos que mais declinaram, o de carros populares.

EXPORTAÇÃO EM ALTA

Graças ao lançamento de produtos produzidos na região apenas no Brasil, as exportações da Renault brasileira quase dobraram em 2016, alcançando 70 mil unidades embarcadas para países sul-americanos. Com o desempenho fraco do mercado doméstico, as vendas externas foram fundamentais para ocupar melhor a capacidade da fábrica no Paraná, de 380 mil carros/ano.

“Os nossos mercados externos continuaram os mesmos, o que mudou foram os produtos vendidos. Basicamente, Oroch e Captur puxaram as exportações. Exportamos mais de 18 mil picapes Oroch, que só é feita aqui. O mesmo acontece agora com o Captur”, explica Cambolive.

A Renault espera desempenho ainda melhor das vendas externas em 2017, embaladas principalmente pelo Captur, que deverá ser exportado para oito países latino-americanos. O modelo começou a ser vendido em dezembro na Argentina antes do Brasil, também já chega à Colômbia e em breve começam os embarques para o México.

Comentários: 0
 

Comente essa notícia

Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de questões técnicas ou comerciais. Os comentários serão publicados após análise. É obrigatório informar nome e e-mail (que não será divulgado ao público leitor). Não são aceitos textos que contenham ofensas, palavras chulas ou digitados inteiramente em letras maiúsculas. Também serão bloqueados currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.
Seu nome*: Seu e-mail*:

QUEM É QUEM NO SETOR AUTOMOTIVO

Encontre empresas e profissionais do setor.
Confira seus perfis e biografias.

Encontre empresas e profissionais do setor.

Encontre empresas e profissionais de comunicação.

Confira seus perfis e biografias.

COLUNISTAS

ALTA RODA | 19/04/2017
Fórum da Indústria Automobilística mostra previsões dispersas por incertezas

Esta coluna é apoiada por:

Documento sem título
Advertisement Advertisement
INOVAÇÃO | 24/04/2017
Ter empatia com consumidor é essencial para o sucesso
DE CARRO POR AÍ | 20/04/2017
Primeiras unidades da nova versão chegam em julho
AUTOINFORME | 19/04/2017
Montadora chinesa investe para melhorar produtos
QUALIDADE | 21/03/2017
Jovens buscam solução de mobilidade e querem permanecer conectados
Negócios | 08/03/2017
Tecnologia faz parte da receita para sair da crise
QUALIDADE | 23/11/2016
Empresas do setor automotivo precisam atualizar sistema de qualidade até 2018
DISTRIBUIÇÃO | 09/08/2016
Crise pode reduzir negócios no pós-venda ou ser oportunidade para manter clientes mais próximos
Indústria | 01/08/2016
Declaração do presidente da FCA evidencia crise no setor de autopeças
Pressão de montadoras adia controle de estabilidade obrigatório
Tecnologia | 23/07/2015
Novas ferramentas de desenvolvimento encurtam caminho para a competitividade
Tecnologia | 13/03/2015
Setor enfrentará grandes mudanças nos próximos anos
MERCADO | 16/01/2015
Utilização do potencial só deve melhorar a partir de 2016
COMPETITIVIDADE | 08/04/2014
Interrupção do crescimento desafia fabricantes