Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Insumos | 16/02/2017 | 19h33

Continental testa pneu de carga feito com borracha de dente-de-leão

Borracha ecológica deve entrar em produção de larga escala em 5 a 10 anos

REDAÇÃO AB

A Continental amplia sua pesquisa para o uso da borracha derivada do dente-de-leão denominada pela empresa como Taraxagum. Desta vez, a fabricante empregou a nova matéria-prima em um modelo de pneu de carga, que equipa caminhões e ônibus, o protótipo Conti EcoPlus HD3.

Há cinco anos a companhia iniciou o desenvolvimento da nova borracha, cujo nome deriva da definição botânica da planta dente-de-leão. Em 2014 apresentou o primeiro pneu de inverno premium com banda de rodagem feito de Taraxagum e no mesmo ano iniciou os planos de produção do primeiro pneu para veículos comerciais, modelo que necessita de um volume muito maior de borracha natural, entre 20 e 25 quilos, com relação a um pneu de passei, que leva de 1 a 3 quilos.

Segundo a empresa, os testes de desempenho com os pneus comerciais utilizando o novo componente foram promissores, demonstrando que esta é uma boa alternativa à borracha natural de origem tradicional, além de cumpror com os requisitos do segmento de transporte.

No fim de 2016, a Continental anunciou a construção de um centro de pesquisas em Anklam, na Alemanha, para a produção de borracha de dente-de-leão e para a qual planeja investir € 35 milhões até 2021. A estimativa é de que a borracha de dente-de-leão entre em produção de larga escala entre os próximos 5 a 10 anos.

O dente-de-leão russo pode ser produzido em maiores quantidades por hectare do que a tradicional borracha hevea brasiliensis, derivada das árvores tropicais. A Continental também desenvolveu novos processos e métodos produtivos para obter a borracha, que além de pneus, poderá servir para outros tipos de produtos a partir da seiva de látex da raiz da planta.



Tags: Continental, pneu, borracha, dente-de-leão, pneu de carga.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência