Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Indústria | 15/02/2017 | 19h38

Governo quer fortalecer inovação no Brasil com R$ 160 milhões

Este ano Embrapii ampliará em 9% montante aplicado em projetos
REDAÇÃO AB

O governo federal anuncia que vai aumentar o incentivo à inovação em 2017 por meio da Embrapii, Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial. A organização vai aplicar R$ 160 milhões em projetos ao longo do ano, montante que supera em 9% o orçamento de 2016. A ideia é aumentar o número de unidades da entidade, que registra interesse crescente das empresas do setor privado em firmar parcerias.

-Faça aqui o download do relatório da BCG
-Veja mais estudos e estatísticas em AB Inteligência


A Embrapii pretende credenciar até cinco novos institutos de tecnologia, aumentando para 33 o número de suas unidades voltadas ao desenvolvimento de projetos de inovação. Segundo a organização, as companhias já percebem na parceria com o órgão a possibilidade de aumentar a competitividade dos negócios.

Em 2016, o setor eletroeletrônico e de informática foi o que mais investiu em ações na Embrapii, com participação de 25,7%. Em seguida aparece a área de metalurgia, com 16,7%, e o segmento de mecânica, com 11,5%.

Ainda que as ações da entidade estejam evoluindo, dado do ranking 50 Empresas Mais Inovadoras, organizado pelo The Boston Consulting Group (BCG), mostram que as companhias brasileiras ainda ficam para atrás quando o assunto é inovação. Segundo o levantamento global, o tema é prioridade para 75% das empresas nacionais. Há um ano este porcentual era de 85%.

Tags: inovação, Embrapii, incentivo, investimento.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência