Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Brasil cai para a nona posição em ranking global de 2016

Internacional | 10/02/2017 | 16h25

Brasil cai para a nona posição em ranking global de 2016

Com vendas fracas no ano, País perde mais duas posições com relação a 2015

REDAÇÃO AB

Pelo segundo ano consecutivo o Brasil perde posições no ranking global de vendas de veículos leves: de acordo com relatório da consultoria Jato Dynamics, com pouco mais de 1,98 milhão de unidades entregues em 2016, entre automóveis e comerciais leves, o País encerrou o período na nona posição da lista. Em 2015, o mercado brasileiro já havia caído três posições, passando da quarta (que mantinha desde 2008) para a sétima. Naquela ocasião, o Brasil havia sido ultrapassado por Alemanha, Índia e Reino Unido, que mantiveram quarta, quinta e sexta posições, respectivamente, em 2016. Desta vez, França e Itália subiram no ranking, deixando o Brasil para trás. França, que figurava na oitava posição, subiu para a sétima (que foi do Brasil em 2015) e Itália se reergueu saindo do décima primeiro para ocupar o oitavo lugar no ranking em 2016.

- Veja aqui o ranking completo da Jato Dynamics de 2016;
- Veja aqui outras estatísticas em nossa página AB Inteligência.

No topo da lista não houve alterações: China continua liderando o mercado mundial de veículos com mais de 25,5 milhões de unidades, sempre considerando o segmento leve. Este volume representou um crescimento de 14,2% na comparação com o ano anterior. O vice-líder Estados Unidos viu seu mercado se estabilizar em 2016, com pouco mais de 17,5 milhões de unidades, leve aumento de 0,4%, enquanto o Japão, na terceira colocação, teve queda de 1,6% nas vendas de leves no ano passado, para pouco mais de 4,8 milhões de veículos.

“Apesar dos obstáculos enfrentados pela indústria automotiva no ano passado, um aumento global nos emplacamentos globais de 5,6% mostra a resiliência do setor. O crescimento mostra que os declínios no Japão, Rússia e Brasil foram compensados por fortes resultados na China e na Europa”, comentou Felipe Muñoz, analista global da Jato Dynamics.

No total, o mercado mundial de veículos leves vendeu 84,24 milhões de unidades em 2016. Entre os 52 países pesquisados pela Jato Dynamics, nove observaram retração nas vendas, sendo a maior delas registrada justamente no Brasil, de 19,8% sobre 2015. Todos os demais mercados aumentaram o volume de seus licenciamentos na comparação anual.



Entre as marcas com maior participação no mercado global, a Toyota lidera, segundo a Jato Dynamics, considerando o segmento leve. Com 7,24 milhões de unidades entregues em 2016, supera a rival Volkswagen em pouco mais de 1,1 milhão de unidades. Neste caso, considera-se apenas a marca Volkswagen e não a soma de todas elas do Grupo Volkswagen, que integra Audi, Porsche, Seat, Skoda e Bentley.

As duas líderes globais encerraram o ano passado com crescimento semelhante, de 2,7% para a Toyota e de 2,8% para a VW. No ranking das dez maiores marcas em vendas do mundo, apenas a Chevrolet da General Motors registrou queda em 2016, de 2,7%, para pouco mais de 3,81 milhões de veículos. Outra marca de presença global, a Fiat, que se encontra na 19ª posição, também viu suas vendas globais diminuírem, vendendo 5% menos em um ano, para 1,22 milhão de veículos. Do mesmo grupo, a Chrysler (FCA) que figura na 48ª colocação, viu as vendas recuarem 26,7%.



Tags: Brasil, ranking, vendas globais, Jato Dynamics.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência