Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Distribuição | 27/01/2017 | 18h48

Concessionárias serão centros de serviços e de distribuição

Negócio das revendas tende a mudar drasticamente nos próximos anos

GIOVANNA RIATO, AB

Assim como a indústria automotiva, o modelo de negócio das concessionárias deve passar por forte transformação nos próximos anos. A opinião é de Danton Velloso, CEO da Leadworks, empresa especializada em converter em vendas os leads gerados pelas montadoras no ambiente digital (leia aqui). “No longo prazo revendas serão pontos de distribuição e prestação de serviços, com estrutura mais enxuta e sem estoque próprio”, projeta.

Apesar de parecer uma realidade distante, o executivo aponta que o modelo já começou a mudar. Ele sinaliza que os consumidores já chegam às concessionárias com bagagem de horas de pesquisa sobre o carro que pretendem comprar. O desafio é atender bem este cliente conectado. “É importante ficar atento para mudar a mentalidade, fazer outro papel já a partir de hoje. Os novos clientes não querem mais perder tempo e exigem comodidade”, enfatiza.

Ele cita o exemplo da Hyundai, que implementou na Inglaterra a venda totalmente digital. Se o cliente paga à vista, a entrega é feita por um técnico na casa dele, com todas as explicações sobre o automóvel. Somente se a compra for financiada, por causa de alguns processos burocráticos o consumidor precisa ir buscar o veículo na revenda, que é bem mais enxuta dos que as estruturas tradicionais.

Velloso enfatiza que é hora de sair da zona de conforto e buscar novas fórmulas. Segundo ele, todas as empresas responsabilizam a crise pela severa retração das vendas no Brasil, mas deixam de lado a necessidade de atualizar seus formatos. “Há montadoras sacrificando margens com promoções quando, na verdade, o cliente não se orienta mais só por isso”, aponta, destacando a necessidade de gerar valor, não apenas de diminuir preços.



Tags: concessionária, revenda, distribuição.

Comentários

  • leandro Firmino

    Ótima matéria a Danton e Velloso sempre saindo na frente e de olho no mercado, empresa que tive o prazer e realizar excelentes cursos pela GM, bons tempos aqueles, referente a matéria gostaria de enfatizar que alem disso houve um retrocesso no conceito de atendimento das concessionarias, na minha opinião os atendimentos estão piores do que nos anos 90 que a rede de concessionarias ainda eram minusculas, preto dos dias atuais, vendedores sem qualificação e preparo técnico, as montadoras não investem mais na minha de frente das concessionárias.( bons tempos de treinamento na danton e velloso que passávamos semanas em curso de matemática financeira em HP 12C).

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência