Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
ZF desenvolve chassi para veículos elétricos
O Rinspeed Oasis é o primeiro veículo construído sobre a plataforma de Intelligent Rolling Chassis da ZF

Tecnologia | 12/01/2017 | 16h56

ZF desenvolve chassi para veículos elétricos

Plataforma inteligente foi projetada para atender demandas da condução autônoma

REDAÇÃO AB

A ZF apresenta um novo conceito de chassi destinado a veículos elétricos e projetado para condução urbana autônoma. O Intelligent Rolling Chassis (Chassi Veicular Inteligente) se caracteriza por ser uma plataforma flexível, uma vez que seu assoalho plano atende diferentes desenhos de carrocerias (veja imagem abaixo).

Pronta para o lançamento, o chassi combina um motor elétrico integrado ao eixo e o chassi a um sistema de direção com uma unidade de controle eletrônica que por sua vez coordena todas as funções do chassi.

“A mobilidade do futuro continuará a ser baseada em sistemas mecânicos, equipados, no entanto com sistemas inteligentes totalmente interconectados”, afirma CEO da ZF, Stefan Sommer. “No nosso Intelligent Rolling Chassis, os sistemas mecânicos inteligentes e interconectados oferecem uma plataforma flexível para os conceitos de veículos urbanos dos fornecedores tradicionais e da nova mobilidade”, completa.

O conceito reúne sistemas mecânicos que se tornam elétricos, caso do O Electric Twist Beam (eTB) instalado no eixo traseiro do chassi: a ZF combinou um eixo de torção a dois motores elétricos montados perto das rodas, cada um deles com uma potência de 40 kW, instalados em uma carcaça de alumínio, cada um com uma transmissão de uma só velocidade. Já o eixo dianteiro do IRC é baseado em um desenho de suspensão independente por duplo braço de controle, principal exigência mecânica para aumentar o ângulo de esterçamento em até 75 graus — em conjunto com o sistema de direção eletromecânico ZF, o que facilita as manobras de direção e estacionamento. Eixos dianteiros-padrão permitem um ângulo de esterçamento de no máximo 50 graus.

O chassi IRC também é equipado com a unidade de controle eletrônica ECU (electronic control unit), considerada o cérebro do chassi: ela coordena todas as funções dinâmicas longitudinais e transversais do veículo, bem como os outros sistemas da ZF, como os freios de serviço, a eletrônica motriz e, adicionalmente, o gerenciamento da bateria. A ECU do IRC está, além disso, equipada com uma função vetorial do torque, que distribui a força motriz entre os dois motores elétricos, separadamente quando é necessário. Esta é a única forma pela qual os veículos construídos sobre esta plataforma podem sair da imobilidade a um ângulo de quase 90 graus. A ECU interage com todas as interfaces necessárias para os sistemas de assistência avançados, o que também torna o IRC uma plataforma básica para a operação de veículos de transporte urbano altamente automatizados ou autônomos.

Por sua vez, o assoalho plano permite a montagem de diferentes configurações de carrocerias, incluindo veículos para duas pessoas, táxis sem motorista com assentos frente a frente e até veículo autônomo para a entrega de mercadorias em áreas urbanas..



Tags: ZF, chassi, ônibus elétrico, condução autônoma.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência