Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Internacional | 11/01/2017 | 13h3

Volkswagen pagará mais US$ 4,3 bi por dieselgate nos EUA

Acordo põe fim aos processos civis e criminais referentes ao escândalo

REDAÇÃO AB

A Volkswagen confirmou por meio de comunicado divulgado na noite de terça-feira, 10, que está avançando sobre um acordo com o Departamento de Justiça dos Estados Unidos para o pagamento de multa no valor de US$ 4,3 bilhões pelo dieselgate. O acordo encerraria os processos civis e criminais referentes ao escândalo que envolve os motores a diesel de pelo menos 11 milhões de veículos em todo o mundo e que foram fraudados pela montadora para burlar os testes de emissões.

Calcula-se que nos Estados Unidos foram vendidos mais de 600 mil automóveis que poluem mais do que o permitido pela legislação local.

Na nota, a empresa informa que o acordo ainda precisa ser aprovado pelas autoridades norte americanas e acrescenta também que irá se declarar culpada pela conduta criminosa. Pelo acordo, a companhia será acompanhada por monitoração independente pelos próximos 3 anos. A Volkswagen diz Inda que a conclusão do acordo que liquida os processos nos Estados Unidos está sujeita à aprovação do conselho de administração do grupo.

Este é segundo acordo bilionário da empresa nos Estados Unidos: em outubro do ano passado a Justiça norte-americana aprovou o pagamento de US$ 14,7 bilhões para compensar os consumidores, que poderiam escolher entre revende o veículo à montadora ou leva-los para recall para corrigir o problema (leia aqui).



Tags: Volkswagen, dieselgate, multa, Estados Unidos, Justiça, emissões, fraude, escândalo.


Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência