NOTÍCIAS
10/01/2017 | 16h48

Mercado

Grupo Volkswagen registra novo recorde em 2016

Apesar de dieselgate, empresa entrega de mais de 10,3 milhões de veículos


REDAÇÃO AB

Em um ano marcado pelas consequências do escândalo dieselgate, o Grupo Volkswagen conseguiu encerrar 2016 com resultado positivo: a companhia registrou vendas globais de mais de 10,3 milhões de veículos em todo o mundo, volume que representa um novo recorde e crescimento de 3,8% sobre o verificado no ano anterior, informa em comunicado divulgado na terça-feira, 10. Este volume a coloca líder global, ultrapassando a Toyota (leia aqui).

“O ano de 2016 foi um muito desafiador para nós. Nós avançamos na resolução e superação da crise do diesel e, ao mesmo tempo, iniciamos um processo de mudança fundamental com o plano estratégico 'Together - Strategy 2025'. A Volkswagen está pronta para o futuro da mobilidade, mas conseguimos estabilizar o negócio em condições difíceis: o fato de termos entregue mais de 10 milhões de veículos aos clientes no ano passado reforça o grupo e as suas marcas à medida que avançamos para o futuro”, comentou em nota o CEO Matthias Müller.

Houve crescimento nas principais regiões do mundo em 2016, exceto na América do Sul, onde o grupo registrou queda de 24,6% no comparativo anual, para 421,3 mil unidades, puxado pelo mal desempenho no Brasil: aqui a retração chegou a 34%, com a venda de 257,8 mil veículos contra os 390 mil do ano anterior.

Apesar de ter apresentado leve alta de 0,8% nos emplacamentos na América do Norte, o Grupo VW viu suas vendas recuarem 2,6% nos Estados Unidos, onde a empresa ainda está negociando um acordo com o Departamento de Justiça e a Agência de Proteção Ambiental para resolver investigações civis e criminais sobre o escândalo do dieselgate, o que pode custar até US$ 4 bilhões e que podem ser anunciadas ainda nesta semana. Por lá, as vendas migraram de 607,1 mil para 591,1 mil unidades em um ano.

Houve crescimento de 9,7% na Ásia-Pacífico, região com o maior volume de vendas para o grupo, com um total de 4,31 milhões de veículos, dos quais 3,98 milhões são somente da China, uma alta de 12,2%.

Enquanto isso, a Europa apresentou crescimento mais tímido, de 4%, para 4,2 milhões, com destaque para a alta de 3,4% na Zona do Euro, embora o mercado da Alemanha, berço da Volkswagen, tenha apresentado desempenho estável. Na Europa Oriental, a marca desempenhou crescimento de 7%, para mais de 650 mil unidades, apesar de os negócios terem recuado 4,3% no mercado russo.

“Em 2017 intensificaremos nossos esforços nos principais campos tecnológicos referentes ao futuro, na e-mobilidade, nos veículos autônomos, na digitalização de nossos produtos e em nossa empresa. Ao mesmo tempo, porém, não vamos negligenciar o core business atual: nossas marcas estarão lançando quase 60 novos veículos ao longo deste ano”, disse Müller. “Estes incluem muitos dos principais modelos das marcas, como o novo Volkswagen Polo e Touareg, o Škoda Yeti, o Seat Ibiza, o Porsche Cayenne, o Audi A8 e o Bentley Continental GT. Além disso, uma ofensiva na mobilidade elétrica com o lançamento de 10 novos modelos entre 2017 e 2018”, completou.

Comentários: 0
 

Comente essa notícia

Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de questões técnicas ou comerciais. Os comentários serão publicados após análise. É obrigatório informar nome e e-mail (que não será divulgado ao público leitor). Não são aceitos textos que contenham ofensas, palavras chulas ou digitados inteiramente em letras maiúsculas. Também serão bloqueados currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.
Seu nome*: Seu e-mail*:

QUEM É QUEM NO SETOR AUTOMOTIVO

Encontre empresas e profissionais do setor.
Confira seus perfis e biografias.

Encontre empresas e profissionais do setor.

Encontre empresas e profissionais de comunicação.

Confira seus perfis e biografias.

COLUNISTAS

ALTA RODA | 18/10/2017
Medidas simples e novos estudos ajudam na redução de emissões de CO2

Esta coluna é apoiada por:

Documento sem título
Advertisement Advertisement Advertisement
DISTRIBUIÇÃO | 03/08/2017
Marca percorreu caminho árduo e conseguiu destronar a Toyota da 1ª posição
Tecnologia | 23/07/2015
Novas ferramentas de desenvolvimento encurtam caminho para a competitividade
MERCADO | 16/01/2015
Utilização do potencial só deve melhorar a partir de 2016
DE CARRO POR AÍ | 13/10/2017
Com Jumpy, marca avança em novo território
COMPETITIVIDADE | 08/04/2014
Interrupção do crescimento desafia fabricantes
INOVAÇÃO | 15/08/2017
Indústria automotiva precisa abrir os olhos para novas formas de trabalhar
QUALIDADE | 03/07/2017
Rota 2030 terá missão de levar a indústria automotiva nacional até o futuro
QUALIDADE | 23/11/2016
Empresas do setor automotivo precisam atualizar sistema de qualidade até 2018
Novas palavras, expressões e siglas podem levantar dúvidas sobre o futuro
Indústria | 01/08/2016
Declaração do presidente da FCA evidencia crise no setor de autopeças
Pressão de montadoras adia controle de estabilidade obrigatório
Tecnologia | 13/03/2015
Setor enfrentará grandes mudanças nos próximos anos
AUTOINFORME | 19/10/2017
Hyundai produz em Ulsan 1,5 milhão de carros por ano