NOTÍCIAS
09/01/2017 | 15h22

Mercado

Venda de implementos rodoviários fica 29% menor

Vendas somam 61,9 mil unidades contra as 88,3 mil de 2015, apontam fabricantes


REDAÇÃO AB

As vendas de implementos rodoviários encerraram 2016 com mais um ano de queda: o emplacamento de 61.996 unidades ficou 29,8% abaixo do volume registrado no ano anterior, quando o setor licenciou 88.315 implementos, entre leves e pesados, de acordo com o balanço do ano divulgado pela Anfir, associação que reúne as fabricantes. É o segundo ano consecutivo de queda: em 2015 as vendas já haviam recuado 44,7% sobre 2014.

O presidente da Anfir, Alcides Braga, lamenta o resultado: “A indústria perdeu um terço do mercado”, avalia o executivo. Os números apontam que em dois anos houve um recuo que equivale a mais de dois terços do mercado apurado em 2014, quando o setor entregou mais de 159,8 mil implementos rodoviários ao mercado interno. “Porém se enxergarmos o mercado desde 2015 o abismo de produção é ainda maior”, afirma.

Segundo o balanço da Anfir, há dois anos o setor empregava 71 mil pessoas, entre postos de trabalho diretos e indiretos. Em 2016, este total passou para 40 mil trabalhadores: “Sem alterações no modelo de financiamento e sem planos que voltem a fazer a economia crescer as empresas do setor não terão como aguentar”, afirma Braga.

A queda no ano foi puxada pelo segmento leve, que considera carrocerias sobre chassis: as vendas recuaram quase 39% no comparativo anual, passando de 58,6 mil unidades em 2015 para 38,8 mil no ano passado.

Apesar da queda um pouco menor, de 21,8%, o segmento pesado de reboques e semirreboques oscilou com variações negativas ao longo de todo o ano e encerrou o período com vendas de 23,1 mil contra as 29,6 mil de um ano antes.

Na contramão do mercado interno, as exportações tiveram desempenho positivo no balanço de 2016, encerrando o ano com crescimento de 23,3%: o Brasil conseguiu exportar 3.631 implementos a outros mercados, sendo que em 2015 este volume parou em 2.944 unidades.

Como forma de continuar estimulando as vendas ao exterior, a Anfir criou em 2016 o projeto de exportação em conjunto com a Apex-Brasil, Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos. Segundo a entidade, volume de negócios que poderá ser realizado pela indústria deve ultrapassar os US$ 35,1 milhões.

O programa incluiu três rodadas de negócios para potenciais clientes de países vizinhos, como a Colômbia, Peru e Chile (leia aqui).

Em 2017 o projeto deverá continuar com a escolha de novos mercados-alvo. “Estamos definindo com a Apex-Brasil e com os nossos associados quais serão os próximos países”, afirma o diretor executivo da Anfir Mario Rinaldi. A entidade também planeja trazer ao Brasil um grupo de importadores latino-americanos para conhecer a Fenatran, que será realizada em outubro.

Comentários: 0
 

Comente essa notícia

Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de questões técnicas ou comerciais. Os comentários serão publicados após análise. É obrigatório informar nome e e-mail (que não será divulgado ao público leitor). Não são aceitos textos que contenham ofensas, palavras chulas ou digitados inteiramente em letras maiúsculas. Também serão bloqueados currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.
Seu nome*: Seu e-mail*:

QUEM É QUEM NO SETOR AUTOMOTIVO

Encontre empresas e profissionais do setor.
Confira seus perfis e biografias.

Encontre empresas e profissionais do setor.

Encontre empresas e profissionais de comunicação.

Confira seus perfis e biografias.

COLUNISTAS

ALTA RODA | 21/06/2017
Competições aceleram indústria automobilística desde o século 19

Esta coluna é apoiada por:

Documento sem título
Advertisement Advertisement
DE CARRO POR AÍ | 23/06/2017
Hatch mostrado na Alemanha fica entre compacto e médio
AUTOINFORME | 21/06/2017
Marca cresce quase 10% em ano de mercado estável
INOVAÇÃO | 01/06/2017
Desordem pode fazer com que iniciativas de inovação fracasssem
QUALIDADE | 15/05/2017
Iniciativa tem potencial para melhorar a qualidade de vida da população
Negócios | 08/03/2017
Tecnologia faz parte da receita para sair da crise
QUALIDADE | 23/11/2016
Empresas do setor automotivo precisam atualizar sistema de qualidade até 2018
DISTRIBUIÇÃO | 09/08/2016
Crise pode reduzir negócios no pós-venda ou ser oportunidade para manter clientes mais próximos
Indústria | 01/08/2016
Declaração do presidente da FCA evidencia crise no setor de autopeças
Pressão de montadoras adia controle de estabilidade obrigatório
Tecnologia | 23/07/2015
Novas ferramentas de desenvolvimento encurtam caminho para a competitividade
Tecnologia | 13/03/2015
Setor enfrentará grandes mudanças nos próximos anos
MERCADO | 16/01/2015
Utilização do potencial só deve melhorar a partir de 2016
COMPETITIVIDADE | 08/04/2014
Interrupção do crescimento desafia fabricantes