Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Fiat desiste de produzir Ducato no Brasil

Indústria | 15/12/2016 | 17h08

Fiat desiste de produzir Ducato no Brasil

Modelo deixa de ser fabricado pela Iveco em Sete Lagoas para ser importado

SUELI REIS, AB

A Fiat decidiu dar novo rumo à Ducato, modelo de van e furgão que vinha sendo fabricado pela Iveco no complexo industrial de Sete Lagoas (MG) em uma de suas linhas dedicada a encomendas. A montadora confirma o fim da produção de seu modelo pela parceira, o que levou a Iveco a encerrar as atividades da linha e demitir 300 trabalhadores nesta semana.

“Trata-se apenas de uma estratégia industrial. Não desistimos do produto, vamos continuar a vender, só não podemos dizer por enquanto de onde virá”, afirma o diretor comercial da FCA Brasil, Sérgio Ferreira, confirmando que a Fiat Ducato deixou de ser fabricada no Brasil. Enquanto isso, ainda há estoque suficiente para vendas nos próximos meses, garante o executivo. Atualmente, o modelo é fabricado em dois países: México e Itália.

Neste ano as vendas do furgão até novembro somaram 2,7 mil unidades, volume que deixa a Ducato na 15ª posição no ranking de comerciais leves, à frente da Iveco Daily, por exemplo. Na categoria furgão, a Ducato fechou novembro em segundo lugar, atrás apenas do Renault Master.

Apesar disso, os emplacamentos do modelo caíram consideravelmente em um ano: em 2015, a Fiat entregou pouco mais de 7 mil unidades. Se as vendas de dezembro repetirem as de novembro, a Ducato deverá fechar o ano com menos de 2,9 mil unidades, o que representaria uma queda de 60%.

A mesma linha de Sete Lagoas, que agora deixa de fabricar a Fiat Ducato, também era a responsável pela produção nacional dos modelos Peugeot Boxer e Citroën Jumper em uma parceria entre os grupos FCA e PSA, embora em volumes muito menores. Ainda não há confirmação se a PSA também deixará de produzir estes veículos no País.



Tags: Iveco, Fiat, Ducato, demissão, Sete Lagoas, fábrica, FCA, PSA, Peugeot, Boxer, Citroën, Jumper.

Comentários

  • luis

    tem que producir minivan para que todos tem categoria b podem dirigir, melho de venda deve ser van de 7 ou 9 lugares

  • ANTONIO CUSTODIO

    LAMENTÁVEL! PENSA EM UM VEICULO DE CARGA COMPACTO! BOM E ECONÔMICO, "PENSA DUCATO" LAMENTÁVEL!, NÃO SÃO APENAS TREZENTOS FUNCIONÁRIOS DEMITIDOS DA IVECO, SE SOMADO AS DEMISSÕES DE FUNCIONÁRIOS DE FORNECEDORES DESTA LINHA, O NUMERO PODERÁ CHEGAR A MIL E DUZENTAS DEMISSÕES, SE FIZER UM ESTUDO MAIS APROFUNDADO CHEGARÍAMOS A QUATRO MIL E QUINHENTAS PESSOAS QUE IRÃO CONSUMIR MENOS PRODUTOS TRANSPORTADOS POR ESSES VEÍCULOS. LAMENTÁVEL! AS VENDAS CAIRÃO, MAS NÃO TIVERAM A INICIATIVA DE MELHORAR O VISUAL DESSES VEÍCULOS PARA ALAVANCAR AS VENDAS. "QUANTOS ANOS COM A MESMA CARA ??" "PORQUE SEMPRE MUDAM O VISUAL DOS CARROS DE PASSEIOS??" "QUANTOS ANOS FAZEM QUE A ITÁLIA MUDOU A FRENTE DA DUCATO ??" LAMENTÁVEL! BRASILEIROS, POVO CONSUMISTA SOFRENDO COM DESEMPREGO.

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência