Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
VW Taubaté terá estabilidade até 2022
Entre outros termos, acordo substitui reposição da inflação por abono salarial

Trabalho | 14/12/2016 | 12h20

VW Taubaté terá estabilidade até 2022

Acordo garante empregos mas prevê abertura de demissões voluntárias

MÁRIO CURCIO, AB

Os metalúrgicos da Volkswagen de Taubaté aprovaram em assembleia o acordo coletivo para o ano de 2017 com extensão até 2022, garantindo estabilidade no emprego até lá. Os entendimentos entre a montadora e o sindicato local preveem abono em substituição ao reajuste salarial até agosto do ano que vem, mas com reposição da inflação para os anos seguintes.

O documento assegura também a Participação nos Lucros e Resultados (PLR), mas prevê a abertura de um Programa de Demissão Voluntária (PDV). As informações partiram do sindicato local dos metalúrgicos. A entidade, contudo, não informa quando será aberto o PDV, os termos do programa nem quantos funcionários a empresa pretende atingir.

Em agosto de 2015 a unidade tinha cerca de 5 mil funcionários e excedente de 500. Atualmente, segundo o sindicato, a fábrica emprega cerca de 4,5 mil trabalhadores. Estima-se que a VW espera ao menos 200 adesões ao PDV, já que todos os carros feitos na unidade tiveram quedas de venda superiores à média do mercado.

A planta é a única do País a produzir o Up! e o Voyage, cujas vendas no acumulado até novembro tiveram retração, respectivamente, de 29,2% e 43,2% ante os mesmos 11 meses de 2015.

Taubaté também monta o Gol, cujos emplacamentos regrediram 34,3%. A produção do modelo ocorre em paralelo com a fábrica de São Bernardo do Campo, que em agosto fechou acordo semelhante com o sindicato local a fim de evitar 3,6 mil demissões (veja aqui).

De acordo com o sindicato de Taubaté, as condições do documento ainda podem ser rediscutidas por causa da variação do mercado. Em nota, a montadora se mostrou satisfeita pelo entendimento: “A Volkswagen do Brasil considera que a aprovação do novo acordo coletivo pelos empregados de Taubaté representa mais um importante resultado para a unidade, garantindo o equilíbrio entre as necessidades do negócio e dos trabalhadores."



Tags: Volkswagen, VW, sindicato, metalúrgicos, assembleia, PDV, PLR, Taubaté.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência