NOTÍCIAS
08/12/2016 | 16h58

Indústria

China mantém planos de produzir Lifan no Uruguai

Enquanto aguarda permissão para voltar a operar, filial demite 150 funcionários


REDAÇÃO AB

SUV X60 era um dos modelos Lifan montados no Uruguai
A China mantém sua intenção de produzir veículos da Lifan no Uruguai, embora ainda não tenha uma data certa para retomar a montagem local. Segundo o vice-presidente da Lifan no país vizinho, Pablo Revetria, em uma entrevista ao jornal El Observador de Montevideo, a matriz chinesa sinalizou que está trabalhando em um novo plano de reestruturação da unidade, localizada na província de San José e que aguarda permissão para voltar a operar.

A expectativa é de que o volume de produção, que já foi de 6,4 mil unidades por ano, passe para 2 mil ou no máximo 2,5 mil, a depender da data de retomada da montagem.

Enquanto isso não acontece, a filial uruguaia decidiu demitir 150 dos 230 funcionários que ainda eram mantidos pela Lifan, após desligar ao longo do ano parte dos 340 empregados que tinha quando paralisou suas operações em março, deixando os trabalhadores em regime de seguro desemprego (leia aqui). Restam agora 80 empregados que deverão continuar no seguro. Segundo Revetria, esta era uma medida que vinha sendo adiada há meses.

Com o anúncio das demissões, um grupo de trabalhadores associados a União dos Trabalhadores Metalúrgicos e Ramos Relacionados (UNTMRA, na sigla em espanhol), ocuparam a unidade da Lifan entre quinta-feira e sábado da semana passada. Eles reivindicaram a criação de um registro de trabalhadores para que a Lifan e outras empresas do setor possam recorrer quando for necessário. A medida ajudaria a não perder mão de obra qualificada. A posição da montadora é que a equipe não precisa ser totalmente desligada da empresa. Na próxima semana está agendada uma nova rodada de negociações no Ministério do Trabalho e Segurança Social local.

“Tivemos que fazer uma redução de pessoal porque não se sabe quando a fábrica voltará a produzir. Entendemos que têm que permanecer no seguro desemprego os funcionários para os quais prevemos que vai haver postos de trabalho quando a fábrica reiniciar suas operações”, afirmou Revetria. “Estamos focados em deixar a situação clara para que a Lifan da China saiba que já tomamos as decisões necessárias a fim de manter uma fábrica com possibilidade de restabelecer sua produção”, completou.

Havia expectativa de reiniciar as operações ainda neste ano, mas as condições do mercado, principalmente o brasileiro, onde a marca chegou a vender 5 mil veículos em um único ano, não se alteraram, fator que fez com que a Lifan descartasse essa possibilidade. Por enquanto, está previsto que a demanda para a América Latina seja atendida com produtos montados na Ásia.

A unidade da Lifan no Uruguai era responsável pela montagem do utilitário esportivo X60, do sedã LF 530 e da picape Foison, tendo montado a última remessa de veículos há um ano, em dezembro de 2015, e parando totalmente as operações em março deste ano. No local, também funcionava a fábrica da Nordex, que produzia o caminhão Kia Bongo, modelos da também chinesa Geely e onde também já foram montados veículos Renault.

Em julho deste ano, a Kia anunciou que retomaria as operações na Nordex a partir de setembro para a montagem do Bongo (leia aqui).

Comentários: 0
 

Comente essa notícia

Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de questões técnicas ou comerciais. Os comentários serão publicados após análise. É obrigatório informar nome e e-mail (que não será divulgado ao público leitor). Não são aceitos textos que contenham ofensas, palavras chulas ou digitados inteiramente em letras maiúsculas. Também serão bloqueados currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.
Seu nome*: Seu e-mail*:

QUEM É QUEM NO SETOR AUTOMOTIVO

Encontre empresas e profissionais do setor.
Confira seus perfis e biografias.

Encontre empresas e profissionais do setor.

Encontre empresas e profissionais de comunicação.

Confira seus perfis e biografias.

COLUNISTAS

ALTA RODA | 20/09/2017
Salão de Frankfurt mostra que evolução da mobilidade também atrai público

Esta coluna é apoiada por:

Documento sem título
Advertisement Advertisement Advertisement
DE CARRO POR AÍ | 22/09/2017
Leve renovação exterior com adição de sistemas de segurança
AUTOINFORME | 21/09/2017
Empresa se prepara para grandes mudanças na indústria
INOVAÇÃO | 15/08/2017
Indústria automotiva precisa abrir os olhos para novas formas de trabalhar
DISTRIBUIÇÃO | 03/08/2017
Marca percorreu caminho árduo e conseguiu destronar a Toyota da 1ª posição
QUALIDADE | 03/07/2017
Rota 2030 terá missão de levar a indústria automotiva nacional até o futuro
Negócios | 08/03/2017
Tecnologia faz parte da receita para sair da crise
QUALIDADE | 23/11/2016
Empresas do setor automotivo precisam atualizar sistema de qualidade até 2018
Indústria | 01/08/2016
Declaração do presidente da FCA evidencia crise no setor de autopeças
Pressão de montadoras adia controle de estabilidade obrigatório
Tecnologia | 23/07/2015
Novas ferramentas de desenvolvimento encurtam caminho para a competitividade
Tecnologia | 13/03/2015
Setor enfrentará grandes mudanças nos próximos anos
MERCADO | 16/01/2015
Utilização do potencial só deve melhorar a partir de 2016
COMPETITIVIDADE | 08/04/2014
Interrupção do crescimento desafia fabricantes