NOTÍCIAS
29/11/2016 | 16h58

Indústria

Toyota investirá mais R$ 600 milhões em Porto Feliz

Montadora ampliará fábrica que já faz motor de Etios para nacionalizar motor do Corolla


SUELI REIS, AB

CEO da Toyota, Steve St. Angelo (direita), anuncia ampliação de fábrica de motores em Brasília
A visita feita ao centro de pesquisa aplicada da Toyota em São Bernardo do Campo (SP) na segunda-feira, 28, pelo ministro do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), Marcos Pereira, era o prenúncio do que a montadora guardou para anunciar somente nesta terça-feira, 29: a segunda fase - ou ampliação – de sua fábrica de motores em Porto Feliz, no interior paulista, na qual investirá R$ 600 milhões para nacionalizar o motor do Corolla.

O anúncio foi feito pessoalmente pelo chairman da montadora no Brasil e CEO para a região da América Latina e Caribe, Steve St. Angelo, ao presidente da República em Brasília, cuja audiência também contou com a presença do dirigente do MDIC, além do diretor de assuntos governamentais da montadora, Ricardo Bastos.

Em comunicado enviado à imprensa, a Toyota informa que a produção terá início no segundo semestre de 2019 e que o volume estimado de motores para o sedã será de 66 mil unidades por ano, o que amplia sua capacidade da atual 108 mil/ano para 174 mil/ano.

A ampliação também deve gerar até 200 novos empregos na região, estima a Toyota, sem mencionar quantos serão dedicados diretamente à fábrica.

Inaugurada em maio deste ano (leia aqui) a unidade de Porto Feliz é responsável pela produção dos novos motores flex e a gasolina 1.3 e 1.5 que equipam o compacto Etios, modelo montado na planta de Sorocaba e que além do Brasil é vendido na Argentina, Paraguai, Peru e Uruguai. Vale lembrar que o Corolla é produzido na primeira fábrica da Toyota no Brasil, localizada em Indaiatuba, também no interior paulista. Apesar de estar no Brasil desde 1958 (foi a primeira filial da empresa fora do Japão), até a abertura da unidade de Porto Feliz, a Toyota ainda não produzia motores aqui.

FÁBRICA DE MOTORES NASCEU COM O INOVAR-AUTO

Em agosto de 2012, quando a Toyota anunciou que investiria pela primeira vez em uma fábrica de motores na América Latina, já era prevista uma segunda fase, com a produção local de motores para o Corolla. Na ocasião, a empresa havia confirmado que estudava a possibilidade de fazer motores aqui há algum tempo e que a o Inovar-Auto apressou o anúncio da construção da fábrica de Porto Feliz (leia aqui).

Na época, o vice-presidente comercial no Mercosul, Luiz Carlos Andrade Jr., admitiu a necessidade de ampliar o conteúdo local a partir da edição do novo regime automotivo: “Não estava nos planos imediatos da empresa. Mas com a exigência de uso maior de conteúdo local (para escapar da sobretaxação de IPI) precisamos andar mais rápido. Compramos o terreno há apenas três meses”, disse Andrade Jr. (leia aqui).

Também em 2012, a montadora já havia previsto o total de R$ 1 bilhão na unidade. Na primeira fase, com a de construção e para equipar a planta, a montadora aplicou R$ 580 milhões. Com o aporte agora confirmado pela empresa, a unidade somará investimento total de R$ 1,18 bilhão. Contudo, o plano de expandir a fábrica de Porto Feliz e nacionalizar o motor do Corolla foi adiado devido à queda nas vendas de veículos e à crise no País e agora volta à pauta da indústria com o anúncio oficial.

“O investimento da Toyota em Porto Feliz para produzir motores para o Corolla representa um sinal do comprometimento de longo prazo que temos com o Brasil e a América Latina”, afirma em nota Steve St. Angelo. “Essa expansão é a prova do que é possível fazer quando sindicatos, governantes, fornecedores, a Toyota e seus colaboradores se juntam em uma missão única. Sem dúvida, essa planta é um modelo para o futuro da manufatura global e estabelece um novo padrão para a inovação e a excelência”.

Considerada uma das fábricas mais modernas da Toyota no mundo, a unidade de motores em Porto Feliz é uma das primeiras da empresa a ter todos os três processos industriais dentro de um único local: fundição, usinagem e montagem.


Vista aérea com projeção da ampliação da fábrica de motores da Toyota em Porto Feliz (SP)

Comentários: 1
 

elias jose
30/11/2016 | 16h36
devia abrir mais uma montadora no parana

Comente essa notícia

Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de questões técnicas ou comerciais. Os comentários serão publicados após análise. É obrigatório informar nome e e-mail (que não será divulgado ao público leitor). Não são aceitos textos que contenham ofensas, palavras chulas ou digitados inteiramente em letras maiúsculas. Também serão bloqueados currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.
Seu nome*: Seu e-mail*:

QUEM É QUEM NO SETOR AUTOMOTIVO

Encontre empresas e profissionais do setor.
Confira seus perfis e biografias.

Encontre empresas e profissionais do setor.

Encontre empresas e profissionais de comunicação.

Confira seus perfis e biografias.

COLUNISTAS

ALTA RODA | 20/09/2017
Salão de Frankfurt mostra que evolução da mobilidade também atrai público

Esta coluna é apoiada por:

Documento sem título
Advertisement Advertisement Advertisement
DE CARRO POR AÍ | 22/09/2017
Leve renovação exterior com adição de sistemas de segurança
AUTOINFORME | 21/09/2017
Empresa se prepara para grandes mudanças na indústria
INOVAÇÃO | 15/08/2017
Indústria automotiva precisa abrir os olhos para novas formas de trabalhar
DISTRIBUIÇÃO | 03/08/2017
Marca percorreu caminho árduo e conseguiu destronar a Toyota da 1ª posição
QUALIDADE | 03/07/2017
Rota 2030 terá missão de levar a indústria automotiva nacional até o futuro
Negócios | 08/03/2017
Tecnologia faz parte da receita para sair da crise
QUALIDADE | 23/11/2016
Empresas do setor automotivo precisam atualizar sistema de qualidade até 2018
Indústria | 01/08/2016
Declaração do presidente da FCA evidencia crise no setor de autopeças
Pressão de montadoras adia controle de estabilidade obrigatório
Tecnologia | 23/07/2015
Novas ferramentas de desenvolvimento encurtam caminho para a competitividade
Tecnologia | 13/03/2015
Setor enfrentará grandes mudanças nos próximos anos
MERCADO | 16/01/2015
Utilização do potencial só deve melhorar a partir de 2016
COMPETITIVIDADE | 08/04/2014
Interrupção do crescimento desafia fabricantes