NOTÍCIAS
29/11/2016 | 16h08

Autopeças

Mangels aprova aditivo ao plano de recuperação judicial

Segundo a empresa, condições definidas em 2014 ficaram inviáveis


REDAÇÃO AB

A fabricante de rodas Mangels aprovou em assembleia geral de credores o aditivo ao plano de recuperação judicial, que altera condições de pagamento estabelecidas no plano inicial homologado no fim de 2014 (veja aqui).

O aditivo foi aprovado pelos credores em 16 de novembro e homologado no dia 24, quinta-feira. A empresa afirma ter recorrido à medida por causa do cenário econômico atual, apesar dos resultados da reestruturação e do cumprimento do plano aprovado há dois anos. “Apesar dos nossos esforços e dos resultados positivos que temos alcançado, as condições de pagamento definidas em 2014 tornaram-se inviáveis diante da crise econômica atual”, afirma o diretor de finanças, administração e relação com investidores, Fábio Mazzini, responsável pela reestruturação.

A Mangels foi a fornecedora escolhida entre 2015 e 2016 para mais de 50 novos projetos de rodas para montadoras. A receita líquida acumulada até o terceiro trimestre de 2016 chegou a R$ 340,1 milhões, ligeiramente superior à obtida no mesmo período de 2015. A empresa informa que, paralelamente ao esforço para ampliação de receita, adotou iniciativas para redução de custos como diminuição do quadro de executivos de 52 para 25 e do estoque de matéria-prima de 13 para 3 dias, mais a renegociação de quase todos os contratos com fornecedores.

Na área industrial teriam sido implantadas medidas de redução de despesas, todas representando cortes nos custos operacionais. Como consequência, a Mangels informa ter fechado o terceiro trimestre com um Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) acumulado de R$ 23,9 milhões, revertendo o resultado negativo. Entre 2013 e 2016 a geração de caixa/Ebitda teve acréscimo de mais de R$ 110 milhões.

Comentários: 0
 

Comente essa notícia

Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de questões técnicas ou comerciais. Os comentários serão publicados após análise. É obrigatório informar nome e e-mail (que não será divulgado ao público leitor). Não são aceitos textos que contenham ofensas, palavras chulas ou digitados inteiramente em letras maiúsculas. Também serão bloqueados currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.
Seu nome*: Seu e-mail*:

QUEM É QUEM NO SETOR AUTOMOTIVO

Encontre empresas e profissionais do setor.
Confira seus perfis e biografias.

Encontre empresas e profissionais do setor.

Encontre empresas e profissionais de comunicação.

Confira seus perfis e biografias.

COLUNISTAS

ALTA RODA | 14/02/2017
São Paulo avaliará veículos leves e pesados a partir de 2018

Esta coluna é apoiada por:

AUTOINFORME | 15/02/2017
Companhias se empenham em ações para aprimorar atendimento e pós-venda
QUALIDADE | 13/02/2017
Indústria automotiva precisa começar a pensar na retomada
DE CARRO POR AÍ | 13/02/2017
FCA adicionou mais um concorrente de peso na faixa mais promissora do mercado
INOVAÇÃO | 13/02/2017
Precisamos de bons exemplos que marcaram a história pela capacidade de ousar e criar
QUALIDADE | 23/11/2016
Empresas do setor automotivo precisam atualizar sistema de qualidade até 2018
O mundo está em transformação e é melhor ser parte da mudança do que esperar ela acontecer
DISTRIBUIÇÃO | 09/08/2016
Crise pode reduzir negócios no pós-venda ou ser oportunidade para manter clientes mais próximos
Indústria | 01/08/2016
Declaração do presidente da FCA evidencia crise no setor de autopeças
Pressão de montadoras adia controle de estabilidade obrigatório
Tecnologia | 23/07/2015
Novas ferramentas de desenvolvimento encurtam caminho para a competitividade
Tecnologia | 13/03/2015
Setor enfrentará grandes mudanças nos próximos anos
MERCADO | 16/01/2015
Utilização do potencial só deve melhorar a partir de 2016
COMPETITIVIDADE | 08/04/2014
Interrupção do crescimento desafia fabricantes