Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Jeep Compass brasileiro pode abastecer mercado europeu

Negócios | 21/11/2016 | 17h54

Jeep Compass brasileiro pode abastecer mercado europeu

Volumes incrementais devem ser enviados em caso de demanda aquecida

REDAÇÃO AB

Depois de fazer estreia global no Brasil, em setembro deste ano, o Jeep Compass é destaque da companhia no Salão do Automóvel de Los Angeles, nos Estados Unidos. Durante o evento, o CEO da marca, Mike Manley, confirmou que o modelo feito na fábrica brasileira de Goiana (PE) pode chegar ao mercado europeu se a demanda da região for alta. O carro só será lançado ali no ano que vem.

Inicialmente, os países da Europa serão abastecidos com unidades do SUV feitas na fábrica de Toluca, no México, e na planta da FCA em Rajandaon, na Índia. Dessa forma, apenas volumes incrementais devem ser enviados do Brasil. Desde que o carro foi apresentado pela primeira vez, a FCA confirmou a intenção de exportar o modelo fabricado localmente, mas, segundo a marca, o foco estaria em países da América Latina, da África e do Oriente Médio (leia aqui).

Além destas três plantas, o Compass será feito também em Guangzhoun, na China, em joint venture entre a Jeep e a GAC. Manley aposta que, com produção tão globalizada, o modelo alcance o posto de mais vendido da marca no futuro. Ao menos na Europa a demanda é promissora. Dados da Jato Dynamics apontam que a as vendas de utilitários esportivos crescem 20% ao ano. No primeiro semestre de 2016 foram emplacados 722,3 mil carros da categoria na região.



Tags: Jeep, Compass, SUV, utilitário esportivo, exportação.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência