Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Produção de motos recua 31% em 2016

Balanço | 10/11/2016 | 17h28

Produção de motos recua 31% em 2016

Fabricantes de Manaus montaram apenas 784,1 mil unidades até outubro

MÁRIO CURCIO, AB

As fábricas de motos instaladas em Manaus produziram em outubro 71,2 mil unidades, volume 11,5% menor que o mês anterior. No acumulado do ano foram montadas 784,1 mil unidades, 31% a menos que no mesmo período do ano passado. Os números são da Abraciclo, entidade que reúne empresas do setor.

As vendas no atacado (feitas das fabricantes às concessionárias) somaram 59,1 mil motos em outubro, 22,5% a menos que em setembro. No acumulado do ano foram revendidas 742,6 mil unidades, resultando em queda de 29,3% ante os mesmos dez meses de 2015.

“Os números ainda refletem as incertezas da economia e, apesar do cenário adverso, ainda acreditamos numa ligeira recuperação até o fim do ano com a chegada do verão, que estimula o uso das motos, e o pagamento do 13º salário”, afirma o presidente da Abraciclo, Marcos Fermanian.

Os números de emplacamentos até outubro divulgados pela Abraciclo apontam 749,8 mil motocicletas licenciadas, 27% a menos que em igual período de 2015. O total informado pela entidade é menor que o da Fenabrave (840,9 mil unidades) porque subtrai 91 mil ciclomotores usados, mas lacrados como zero-quilômetro por causa de uma mudança no código de trânsito ocorrida há pouco mais de um ano. A média diária de motos novas lacradas anda abaixo de 3,2 mil unidades.

As exportações também mantêm um ritmo fraco em 2016. De janeiro a outubro o Brasil embarcou apenas 48,7 mil unidades, 14,4% a menos que em igual período de 2015. O resultado já era esperado por causa da diminuição dos embarques à Argentina.



Tags: Motos, motocicletas, Manaus, Marcos Fermanian, Abraciclo.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência