Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Citroën lança C4 Picasso e renova imagem
Linda Jackson e o novo C4 Picasso no Salão de São Paulo: nova estratégia da Citroën

Eventos | 09/11/2016 | 18h46

Citroën lança C4 Picasso e renova imagem

Marca investe em design diferenciado e mais conforto interno

PEDRO KUTNEY, AB

Mais do que lançamentos, a Citroën quer mostrar ao público no Salão do Automóvel de São Paulo uma nova cara, como parte da estratégia de reposicionamento de marca iniciada há dois anos na Europa e que agora começa chegar também no Brasil. O foco está em oferecer design diferenciado e ser uma referência em conforto interno. O primeiro exemplo prático dessa ofensiva no Brasil é o novo C4 Picasso, importado da França, que começa a ser vendido no País ainda este mês, em versões de cinco lugares (R$ 118 mil) e sete (R$ 128,9 mil).

Segundo Linda Jackson, CEO global da Citroën que esteve no Salão do Automóvel, este é o início de um “plano robusto de novos produtos que prevê o lançamento de ao menos um carro novo por ano em cada região até 2021”. Ela reconhece, no entanto, que haverá diferenças entre os veículos lançados aqui e na Europa. “Não serão iguais porque os brasileiros não necessariamente gostam do mesmo que os europeus”, afirma. Exemplo disso é o novo C3 lançado no último Salão de Paris, que não será copiado no Brasil. “Tenham um pouco de paciência, as novidades virão para cá também muito em breve”, promete.

Linda Jacskon avalia que a Citroën, depois de anos de bons resultados, perdeu mercado no Brasil pelo mesmo motivo que cedeu terreno em todos os mercados onde atua no mundo. “Perdemos o rumo. Tivemos carros icônicos no passado e começamos a fazer tudo igual aos concorrentes. Precisamos ser diferentes. Por isso lançamos a nova estratégia para reposicionar a marca, com base em design diferenciado e oferta inédita de conforto a bordo. Isso será bom para ganhar mercado no Brasil também”, diz. A participação da Citroën voltou a crescer no País desde o lançamento do novo Aircross este ano, está em cerca de 1,2% e a executiva espera que suba a 1,5% no próximo ano.

Linda explica que a marca ampliou o conceito de conforto interno: “Isso sempre esteve ligado a assentos e suspensão. Além desses dois fatores, com o projeto Citroën Confort Advanced incluímos outros elementos como claridade, visibilidade, qualidade do ar, conectividade e espaço no porta-malas”. Ela afirma que “o carro dos meus é aquele em que ao entrar e fechar a porta você se sente em casa”.

A executiva evitou antecipar qualquer lançamento no Brasil, mas disse que nenhum produto está descartado. Sobre a possibilidade de fabricar o Cactus no País, ela garante que “estudamos o caso, mas não há decisão tomada ainda”.



Tags: Grupo PSA, Citroën, América Latina, mercado, estratégia, Salão do Automóvel de São Paulo.

Comentários

  • Roberto José Giandoni

    Eu adoro os carros da Citroen tenho um Aicross Salomom 2015 branco e pretendo no começo do ano pegar um 2016,mas gostaria de fazer um pedido moro em Botucatu SP ficando a 99km de Bauru, para fazer as revisões tenho despesas de combustivel, pedágio e da propria revisão que não é barato será que poderiam abrir algum posto em Botucatu para ao menos fazer revisão????

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência