Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Salão ganha cara nova e mais importância
Paulo Octavio de Almeida, da Reed: salão terá melhor infraestrutura para público e expositores

Eventos | 03/11/2016 | 20h00

Salão ganha cara nova e mais importância

Evento muda para o moderno São Paulo Expo após 44 anos no Anhembi

PEDRO KUTNEY, AB

Ao completar 58 anos que se confundem com a própria história da indústria automobilística no Brasil, o Salão do Automóvel de São Paulo abre as portas ao público no próximo 10 de novembro e vai até o dia 20 em novo endereço, no recém-inaugurado e moderno São Paulo Exto, após resistir por 44 anos, de 1970 a 2014, no hoje decadente Anhembi. No novo espaço climatizado de 90 mil metros quadrados de área coberta de exposição, a 29ª edição do evento bienal também aumenta sua importância econômica, devendo gerar 30 mil empregos temporários e girar cerca de R$ 320 milhões em gastos na cidade, contra R$ 280 milhões no último salão de 2014, segundo estimativas da empresa organizadora Reed Exhibitions.

“O Salão de São Paulo é hoje o maior evento privado da América Latina, está entre os cinco maiores do mundo e é a principal vitrine de lançamentos do setor em conexão direta com o público consumidor”, destaca Paulo Octavio Pereira de Almeida, vice-presidente executivo da Reed Exhibitions. Este ano as 27 marcas presentes este ano vão expor cerca de 540 carros e prometem mais de 100 lançamentos. “Por mais que o Anhembi tenha sido parte integrante da história do salão, um projeto do fim dos anos 60 é incomparável com os atributos de infraestrutura oferecidos agora pelo São Paulo Expo, a começar pelo conforto térmico com ar-condicionado central”, completa.

Apesar dos novos ares, não há expectativa de atrair número de pessoas maior do que da última edição. São esperados de 720 mil a 750 mil visitantes. “A mudança foi feita para oferecer um espaço melhor estruturado para o público e os expositores, o salão já é um dos maiores do mundo. Como comparação, o maior em número de visitantes, em Paris (pouco mais de 1 milhão de pessoas este ano), fica aberto 16 dias contra 11 aqui. Em uma conta proporcional já recebemos até mais gente por dia”, pondera Almeida.

EXPOSIÇÕES ESPECIAIS

Além dos 90 mil metros quadrados cobertos de exposição, cortados por uma rua central de 600 metros de extensão, o São Paulo Expo também terá uma área externa de 20 mil metros quadrados onde cinco marcas (Peugeot, Chevrolet, Land Rover, Volkswagen e Nissan) esperam realizar algo como 40 mil test drives com seus carros. Em outra área especial no interior do pavilhão será montado o “Espaço dos Sonhos”, para apresentar ao público devaneios sobre rodas bastante distantes da maioria dos brasileiros, todos vendidos aqui por mais de R$ 1 milhão e alguns até acima de R$ 2 milhões, como o elétrico esportivo Tesla e modelos superesportivos Ferrari, Lamborghini e Maserati.

Para homenagear os 60 anos da instalação da indústria automobilística no Brasil, à noite será projetada na entrada principal do pavilhão imagens de carros ícones dessa história, e serão expostos dois Romi Isetta, considerado o primeiro veículo produzido no País – um dos modelos exibidos é o número 5 fabricado no interior de São Paulo. Na mesma linha, a Volkswagen irá promover em seu estande uma exposição de seus modelos nacionais históricos.

Mais informações sobre localização, como chegar e preços de ingressos podem ser obtidas no site do evento: www.salaodoautomovel.com.br



Tags: Salão do Automóvel, São Paulo, evento, exposição, São Paulo Expo.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência