NOTÍCIAS
26/10/2016 | 12h54

Internacional

EUA aprovam acordo da Volkswagen para dieselgate

Montadora gastará US$ 14,7 bilhões para recomprar veículos e indenizar clientes


REDAÇÃO AB

O governo dos Estados Unidos aprovou na terça-feira, 25, o acordo de US$ 14,7 bilhões proposto pela Volkswagen para o programa de recompra de veículos e de indenização aos clientes proprietários dos 475 mil automóveis cujos motores 2.0 TDI estão envolvidos no escândalo que ficou conhecido como dieselgate, que contém software capaz de burlar os testes de emissões. A decisão foi assinada pelo juiz federal do Tribunal de São Francisco, da Califórnia, Charles R. Breyer, que também está com o caso da Audi (leia aqui).

Segundo a decisão, os proprietários devem escolher entre vender o automóvel para a VW, independentemente do estado ou idade do veículo, ou submetê-lo a uma correção a fim de cumprir as normas de emissões. Aqueles que optarem por vender receberão valores equivalentes ao preço de venda de 18 de setembro de 2015, quando a fraude veio a público. Nos dois casos, os clientes receberão ainda uma indenização entre US$ 5.100 e US$ 10 mil, dependendo da idade do carro e se ele foi comprado antes ou depois de 18 de setembro.

Para o magistrado, o acordo compensará os consumidores de forma justa e adequada, além de tirar os veículos poluentes das ruas. Além dos US$ 10 bilhões para compensar os donos dos veículos, incluindo a recompra, reparos e indenizações, o acordo pede US$ 2,7 bilhões pelo impacto ambiental e mais US$ 2 bilhões a serem aplicados em pesquisa de veículos menos poluentes.

“A aprovação final do acordo para os motores 2.0L TDI é um marco importante em nossa jornada a fim de fazer a coisa certa nos Estados Unidos e nós apreciamos os esforços de todas as partes envolvidas neste processo. A Volkswagen está empenhada em garantir que o programa seja posto em prática da forma mais perfeita possível para nossos clientes afetados e tem dedicado recursos significativos e pessoal para tornar essa uma experiência positiva”, declarou em nota o presidente e CEO do Grupo Volkswagen nos Estados Unidos, Hinrich J. Woebcken.

A montadora ainda enfrenta o caso de outros 85 mil veículos a diesel com o motor 3.0 TDI V6 que envolve bilhões de dólares em custos e multas no departamento de Justiça norte-americano por violar as leis de emissões.

Comentários: 0
 

Comente essa notícia

Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de questões técnicas ou comerciais. Os comentários serão publicados após análise. É obrigatório informar nome e e-mail (que não será divulgado ao público leitor). Não são aceitos textos que contenham ofensas, palavras chulas ou digitados inteiramente em letras maiúsculas. Também serão bloqueados currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.
Seu nome*: Seu e-mail*:

QUEM É QUEM NO SETOR AUTOMOTIVO

Encontre empresas e profissionais do setor.
Confira seus perfis e biografias.

Encontre empresas e profissionais do setor.

Encontre empresas e profissionais de comunicação.

Confira seus perfis e biografias.

COLUNISTAS

ALTA RODA | 22/11/2017
Frota brasileira de 42 milhões exige controle apropriado

Esta coluna é apoiada por:

Advertisement Advertisement Advertisement Advertisement
MERCADO | 16/01/2015
Utilização do potencial só deve melhorar a partir de 2016
AUTOINFORME | 09/11/2017
Luguez firmou parceria com o governo de Ohio
COMPETITIVIDADE | 08/04/2014
Interrupção do crescimento desafia fabricantes
Novas palavras, expressões e siglas podem levantar dúvidas sobre o futuro
QUALIDADE | 03/07/2017
Rota 2030 terá missão de levar a indústria automotiva nacional até o futuro
DE CARRO POR AÍ | 17/11/2017
Chineses entregam operação brasileira à administração dos brasileiros
QUALIDADE | 23/11/2016
Empresas do setor automotivo precisam atualizar sistema de qualidade até 2018
Indústria | 01/08/2016
Declaração do presidente da FCA evidencia crise no setor de autopeças
Pressão de montadoras adia controle de estabilidade obrigatório
Tecnologia | 13/03/2015
Setor enfrentará grandes mudanças nos próximos anos
INOVAÇÃO | 25/10/2017
Indústria precisa questionar qual será o seu papel no futuro
DISTRIBUIÇÃO | 03/08/2017
Marca percorreu caminho árduo e conseguiu destronar a Toyota da 1ª posição
Tecnologia | 23/07/2015
Novas ferramentas de desenvolvimento encurtam caminho para a competitividade