Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Toyota faz recall de Prius no Brasil por problema no freio
Cabo do freio de estacionamento pode se soltar e permitir a movimentação do veículo

Segurança | 17/10/2016 | 16h40

Toyota faz recall de Prius no Brasil por problema no freio

Falha atinge unidades fabricadas entre outubro de 2015 e julho de 2016

REDAÇÃO AB

A possibilidade de falha no freio de estacionamento levou a Toyota a fazer um recall do carro híbrido Prius. A campanha envolve 177 unidades. Os veículos utilizam freio de estacionamento acionado por pedal e cabo, que transmitem a força aplicada com o pé até os pistões das pinças de freio.

A Toyota percebeu que, com o uso, o cabo poderá se soltar, deixando o freio de estacionamento inoperante. Se isso ocorrer e o veículo estiver ligado e com qualquer marcha diferente de “P” (park: estacionamento) engatada, ele poderá se movimentar, aumentando o risco de colisão, danos materiais e lesões físicas graves aos ocupantes e/ou a terceiros.

De acordo com a montadora, eles foram fabricados de 13 de outubro de 2015 a 25 de julho de 2016, têm código alfanumérico JTDKB3FU* e os últimos oito dígitos do chassi vão de G3000137 a G3531799. A correção do problema será feita a partir de 7 de novembro com a instalação de duas presilhas para fixação correta do cabo do freio de estacionamento.

O tempo estimado é de cerca de 30 minutos. Os proprietários deverão entrar em contato com a rede autorizada Toyota para agendamento prévio do serviço. A relação de concessionárias autorizadas para atendimento está disponível no site www.toyota.com.br. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone 0800 703-0206.



Tags: Toyota, Prius, recall, freio de estacionamento.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência