Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Autopeças | 13/10/2016 | 12h54

Dana compra ativos estratégicos da Sifco de Campinas e Jundiaí

Empresa de forjados e usinados está em recuperação judicial desde 2014

REDAÇÃO AB

A Dana anunciou na quinta-feira, 13, um acordo definitivo para a compra de ativos estratégicos da Sifco S.A., que produz componentes forjados e usinados no Brasil. A aquisição inclui ativos de manufatura como prensas, módulos de usinagem e outros equipamentos das unidades de Campinas (SP) e Jundiaí (SP), além da absorção de mão de obra.

A Sifco opera sob recuperação judicial desde 2014. A transação está sujeita a condições de fechamento tais como as aprovações do juízo de recuperação judicial e a regulamentação aplicável. De acordo com a Dana, essa aquisição permitirá atender melhor às necessidades das montadoras no que se refere a conteúdo local, reduzindo custos de importação e regionais.

Os termos financeiros finais do contrato estão sujeitos ao resultado das condições de fechamento. A transação deve ser concluída até o fim do ano. A Sifco fornece componentes para a Dana há mais de 40 anos.

Tags: Dana, Sifco, prensas, módulos de usinagem, recuperação judicial.


Comentários

  • laercio ferrarini

    O grupo Brasil assumiu a Sifco no início dos anos 2000, e sua administração se notabilizou pela venda de ativos existentes. A compra foi efetivada por dez reais junto à Acesita. Isso mesmo dez reais ficando o grupo Brasil responsável pela administração das dívidas da Sifco. Porém o que da para notar é o desejo deste grupo em obter receitas através da venda de patrimônios da Sifco. Foi assim com a divisão de virabrequins vendida à Krupp;depois foi a venda do setor de montagem de eixos vendida à Dana;agora a venda dos ativos estratégicos vendidos à própria Dana.O que sobrou ?Uma pequena empresa de forjaria e usinagem que vai produzir quinquilharias para montadoras ;porém alguém duvida que o grupo Brasil vai também tentar vender também essa nova empresa tão logo apareça algum interessado .Pergunto :Será que o grupo Brasil não deveria honrar este nome ? percebí que ela se serviu de uma estrutura já montada e péssimamente administrada para gerar receitas e não bem estar social.Vergonha!!

  • Mario Marcello

    Na minha opinião esse grupo Brasil é formado por oportunistas irresponsáveis ,dão a mínima para o trabalhador. Adquiriram algumas empresas na bacia das almas como Sifco ,Fundição Thyssen (Barra do Piraí /RJ )etc e, como não são do ramo as destruíram .Deveria existir penalidade forte para esses aventureiros.

  • Francisco Brandão

    Exatamente na data de hoje estou me desligando da Sifco/Jundiaí depois de vinte anos trabalhados lá por opção da Dana, a nova dona da empresa que optou por ficar com 80% dos funcionários e dispensar os outros 20%. Sinceramente fico torcendo que a empresa cumpra o que prometeu ao comprar a Sifco ou seja, uma reestruturação e o alavancamento dos negócios para que a empresa continue operando e gerando emprego na cidade e na região. O grupo Brasil se revelou um mal administrador e mal gerenciador, tendo em vista que as empresas sob seu comando caíram num efeito dominó impressionante gerando desemprego e incertezas por onde passou, é lamentável mas é verdade e da verdade ninguém consegue fugir por muito tempo. Sucesso a quem ficou e boa sorte.

  • Sandro de Paula

    Nesta empresa tive a felicidade de conviver com excelentes pessoas e profissionais, tanto da Brasifco (trading do grupo na época) quanto da Sifco, durante os anos de 1992 - 1998. Lamentável que tenha chegado nesta situação.

  • Marcelo

    A Dana Incorporated (NYSE: DAN) anunciou o acordo definitivo para a compra de ativos estratégicos da SIFCO S.A, com uma cláusula descriminatória e sem o conhecimentos dos funcionários da antiga sifco ,a Dana não aceitariam os funcionários portadores de doença profissional "268 funcionários demitidos"Peço uma intervenção dos senhores ,para que possamos receber a indenização dos direitos trabalhista (multa FGTS) ,que até o presente momento não recebemos.muitos demitidos estão passando necessidade financeira e não consegue uma nova colocação no mercado de trabalho. A Dana Incorporated (NYSE: DAN) tem em seu poder 30 milhões a serem pagos a Sifco S/A em 23 de dezembro de 2017.Devido a situação de grande parte dos antigos funcionários pedimos a antecipação dos valores referente a indenização dos antigos funcionários, o sindicato dos trabalhadores de jundiaí não o quer fazer não sei o verdadeiro motivo. Nos ajude ,peço em nome de 268 pai de família.

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.
AB Inteligência