Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Lançamentos | 22/09/2016 | 20h40

Tiguan e Golf Variant recebem novos motores

SUV passa a contar com 1.4 TSI a gasolina e station wagon agora é flex

MÁRIO CURCIO, AB

Reportagem atualizada em 25/9/2016.

O Volkswagen Tiguan passa a contar com motor 1.4 TSI a gasolina e o Golf Variant trocou o propulsor antigo de 140 cv somente a gasolina por outro flex. O utilitário esportivo fabricado em Osnabrück, na Alemanha, agora tem preço o inicial de R$ 125.990, que inclui o câmbio automático DSG de dupla embreagem com seis marchas. A tração é apenas dianteira. A opção 2.0 TSI 4x4 permanece à venda com tabela a partir de R$ 149.990.

No Golf Variant, que vem de Puebla, no México, o 1.4 TSI flex equipa as duas versões à venda. Começa em R$ 101.880 na Comfortline e em R$ 113.290 na Highline. A troca pela unidade bicombustível teve um ponto negativo para o modelo, já que o câmbio automático DSG de sete marchas deu lugar a um automático convencional (com conversor de torque) de seis velocidades.

Esse motor 1.4 flex é produzido em São Carlos (SP). Já equipa parte da linha Golf e dos Audi A3. Esses dois modelos são fabricados em São José dos Pinhais (PR). Segundo a Volkswagen, o 1.4 flexível não foi adotado no Tiguan pelo mesmo motivo do novo Jetta. Suas plataformas são diferentes daquela do Golf.

O Volkswagen Tiguan nunca foi um best-seller entre os utilitários esportivos à venda no Brasil por causa dos preços elevados (em parte pela procedência europeia e alta carga tributária). Em seu melhor ano, 2013, foram 5.598 unidades emplacadas. Foi o 12º SUV mais vendido naquele ano, ficando atrás, como ocorre em regra, dos concorrentes Honda CR-V, Hyundai ix35 e Kia Sportage. Dos quatro, o Tiguan ainda é o único sem opção flex. E o modelo trazido ao Brasil é da mesma geração lançada na década anterior. A fábrica da Volkswagen em Wolfsburg, Alemanha, já produz uma geração mais atual do modelo.

Tiguan
As imagens da traseira e do interior são do Tiguan 1.4 TSI flex. De perfil se vê o Golf Variant, que mede 4,56 metros. Porta-malas passa de 605 para 1.620 litros com banco traseiro rebatido.

O Tiguan 1.4 TSI agora à venda no Brasil traz de série controles de estabilidade e tração, monitoramento da pressão dos pneus, freio de estacionamento eletromecânico, bloqueio eletrônico do diferencial, sistema Isofix para prender cadeirinhas infantis e controle de partida em rampa.

A relação de opcionais inclui aletas para trocas de marcha atrás do volante, ar-condicionado digital com duas zonas distintas de temperatura, câmera de ré, rodas de 18 polegadas, central de entretenimento Discover Media, abertura da porta e partida por chave presencial.

A reportagem de Automotive Business avaliou a nova opção 1.4 TSI e teve a mesma boa impressão de quando dirigiu o carro pela primeira vez durante sua apresentação mundial, na Hungria, em 2007. Ele mantém suspensões bem acertadas e o espaço é suficiente para uma família com até cinco pessoas. O porta-malas leva 470 litros de bagagem.

E anda bem. De acordo com a VW ele acelera de zero a 100 km/h em 9,2 segundos e alcança 195 km/h de velocidade máxima. O consumo informado pela montadora é de 10,1 km/l na cidade e de 11,6 km/l na estrada.

EQUIPAMENTOS DO GOLF VARIANT

Desde a versão Comfortline o Golf Variant recebe controles eletrônicos de tração e estabilidade, assistente de partida em rampa, frenagem automática pós-colisão, monitoramento da pressão dos pneus, bloqueio eletrônico do diferencial, cintos dianteiros com ajuste de altura, cintos traseiros de três pontos e encostos de cabeça para os três passageiros de trás, mais sistema Isofix para prender cadeirinhas infantis, entre outros equipamentos.

O teto solar é opcional nas duas versões. E a Highline pode trazer o Adaptive Cruise Control (ACC), capaz de manter uma distância predeterminada em relação ao veículo da frente e se ajustar ao ritmo da via, freando a reacelerando para garantir a velocidade programada. Há também as funções Front Assist e Emergency City Brake.

Com elas o carro reage também a veículos parados e efetua a frenagem automaticamente quando necessário, reduzindo danos e evitando colisões traseiras iminentes. Outros opcionais da versão Highline são o controle automático dos faróis e o detector de fadiga.

Segundo a Volkswagen, com o novo motor o Golf Variant acelera de zero a 100 em 9,2 s e atinge 207 km/h de velocidade máxima. Em cidade, o modelo faz 7,5 km/l com etanol e 10,9 km/l com gasolina. Em estrada esses números passam para 9,5 km/l (e) e 13,8 km/l (g).

A montadora também apresentou recentemente o Golf 1.0 TSI, com motor três-cilindros turbo de 125 cv (veja aqui) que chega às concessionárias Volkswagen em novembro.



Tags: VW, Volkswagen, Tiguan, Golf Variant.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência