Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Exportação se mantém em alta no ano

Indústria | 06/09/2016 | 18h46

Exportação se mantém em alta no ano

Em agosto houve retração dos embarques por paralisação na Volkswagen

PEDRO KUTNEY, AB

Após superar 45 mil veículos exportados em julho, o ritmo dos embarques caiu quase 12% em agosto, para 40,2 mil. Ainda assim, o desempenho das exportações do setor segue em alta substancial em 2016, com avanço de 16,7% sobre o mesmo mês de 2015. De janeiro a agosto foram vendidas 312,4 mil unidades no exterior, número 19,6% maior do que o registrado no mesmo período do ano passado. “A tendência é positiva e segue em linha com a previsão de exportar mais de 500 mil veículos este ano. Só houve recuo em agosto sobre julho por causa da paralisação uma de nossas associadas (a Volkswagen, leia aqui), que teve problemas de falta de peças e por isso não conseguiu embarcar carros já vendidos”, disse Antonio Megale, presidente da associação das fabricantes, a Anfavea, que divulgou os números do setor na terça-feira, 6.

-Veja aqui os dados da Anfavea
-Leia também: Confira os resultados da indústria até agosto/2016


Megale avalia que é possível avançar bem mais nas exportações, não só este ano, como também nos próximos. “Temos expectativa que o governo celebre novos acordos comerciais. Também já existem acordos pendentes com Colômbia e Peru, que devem ser fechados nos próximos meses, o que vai impulsionar os negócios com esses países”, comentou. “Várias empresas associadas têm registrado demanda externa cada vez maior”, destacou.

O dirigente também defendeu que, em mais longo prazo, as reformas estruturais prometidas pelo governo recém-empossado definitivamente “serão fundamentais para trazer maior competitividade internacional, dando à indústria automotiva do País melhores condições de competir em um mercado global que consome 90 milhões de veículos por ano”.

A Anfavea projeta crescimento de 21,5% nas exportações este ano, para 507 mil unidades, o maior nível dos últimos seis anos. Com a queda da produção, a exportação ganha maior relevância e caminha para responder por cerca de 22% dos veículos produzidos no País em 2016.

VALORES EM BAIXA

O desempenho não é o mesmo em valores. As exportações de veículos totalizaram US$ 752,5 milhões em agosto, cifra 5,2% menor do que a apurada em julho, mas 10,7% acima do resultado do mesmo mês de 2015. No ano as vendas de veículos brasileiros ao exterior renderam US$ 5,5 bilhões, em queda de 7,6% na comparação com o mesmo intervalo do ano passado.

“O resultado continua a refletir o mix de produtos (mais baratos) exportados”, explica Megale. Ele espera que a recuperação do mercado argentino, maior comprador de veículos brasileiros, e a celebração de novos acordos comerciais empurre para cima também os valores exportados. O problema é que as exportações de caminhões e ônibus, produtos de maior valor, estão avançando pouco, devem crescer em unidades apenas 1% este ano, contra crescimento esperado de 23% para as vendas externas de automóveis e comerciais leves.

Assista abaixo à cobertura exclusiva da ABTV sobre o desempenho do mercado:



Tags: Anfavea, indústria, exportação, produção, fábricas.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência