Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Bosch pode ter papel fundamental no dieselgate

Internacional | 18/08/2016 | 18h32

Bosch pode ter papel fundamental no dieselgate

Acusação é de advogados de executivos do Grupo Volkswagen

REDAÇÃO AB

O Dieselgate, fraude nos motores diesel do Grupo Volkswagen para burlar o controle de emissões, começa a respingar na Bosch. A sistemista é responsável pelas unidades de controle que a companhia alemã usou nos 11 milhões de propulsores diesel EA189 que equiparam carros vendidos globalmente. Advogados de proprietários de carros da montadora acusam a fornecedora de trabalhar a quatro mãos com a Volkswagen no desenvolvimento do dispositivo fraudador.

O processo corre em sigilo nos Estados Unidos, mas a agência Bloomberg apurou que foram apresentadas uma série de provas de que a Bosch também se envolveu no esquema para evitar que as autoridades descobrissem a funcionalidade ilegal do software instalado no motor. O dispositivo identificava quando o carro estava em teste e reduzia o nível de emissões de poluentes. Nas condições reais de rodagem, o modelo emitia bem mais do que o permitido pela legislação.

Trecho do processo aponta que a Bosch “participou ativamente com a Volkswagen de uma conspiração de mais de uma década.” A sistemista teria ajudado a desenvolver o mecanismo e chegou até a fazer lobby com autoridades americanas para garantir que os carros do Grupo fossem aprovados.

Entre as provas apresentadas pela montadora estão registros e comunicações entre a fabricante de veículos, a sistemista e autoridades dos Estados Unidos. “A Bosch tinha profundo conhecimento do que a legislação permitia ou não permitia e ajudou a Volkswagen a conseguir aprovação”, aponta o processo.

BOSCH NÃO COMENTA

Procurada pela Bloomberg, a Bosch evitou comentar o caso e declarou apenas que está colaborando com as investigações. A companhia é uma das maiores sistemistas do mundo, com faturamento estimado em US$ 44,8 bilhões em 2015 e centros de pesquisa e desenvolvimento espalhados em diversos países.

A empresa fornece unidades de controle de motor para as principais montadoras. Desde que o escândalo do Grupo Volkswagen eclodiu, a companhia confirmou que entregava tecnologia para os propulsores adulterados, mas sempre negou qualquer envolvimento no escândalo. É, no entanto, improvável que a companhia tenha desenvolvido e testado soluções para a Volkswagen sem ter conhecimento da fraude.



Tags: Bosch, dieselgate, Grupo Volkswagen, fraude, emissões.

Comentários

  • Gian

    VW parecendo criança criada com a vó ... deu errado a "brincadeira" e saiu dedurando os "aimiguinhos" que lhe ajudaram !!!! Vergonha na cara VW ... assume e diz que corrompeu fornecedores ... papelão !!!

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência