Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Tecnologia | 11/08/2016 | 10h46

Ford abre laboratório de polímeros

Instalação em Camaçari dará agilidade na certificação de materiais plásticos

REDAÇÃO AB

A Ford abriu dentro da fábrica de Camaçari ((BA) um laboratório de polímeros, materiais que compõem 60% das peças utilizadas nos carros. A instalação trará agilidade na certificação de novos materiais plásticos desenvolvidos por fornecedores e passa a liderar toda a cadeia técnica e logística de testes na área. Este é o primeiro centro de análise desse tipo pertencente à própria montadora na América do Sul. Até então essas análises eram feitas por parceiros como o Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo (IPT).

Enquadram-se entre os polímeros materiais como o polipropileno, o polietileno de alta ou baixa densidade, os acrílicos e o ABS, que são objeto de constantes pesquisas. Redução de peso, de custo, aumento de durabilidade e maior utilização de conteúdo reciclado são características buscadas no desenvolvimento desses compostos, além da manutenção da aparência das peças em diferentes condições climáticas.

O laboratório fica no centro de desenvolvimento do produto da Ford na fábrica de Camaçari, onde são feitos o EcoSport e a linha Ka (hatch) e Ka+ (sedã). Os equipamentos incluem máquina de ensaio de índice de fluidez e microscópio estereoscópico, que permite uma análise binocular em profundidade da composição dos materiais. A equipe é formada por especialistas na avaliação de propriedades como deformação, resistência, contaminação, dureza e elasticidade dos polímeros.



Tags: Ford, Camaçari, laboratório, polímeros, IPT, EcoSport, Ka, Ka+.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência