Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Balanço | 10/08/2016 | 20h25

Lucro líquido da Fras-le cresce 10,6% no 1º semestre

Ganhos de R$ 30,8 milhões refletem câmbio e bons negócios no exterior

REDAÇÃO AB

O lucro líquido da Fras-le cresceu 10,6% no primeiro semestre deste ano em comparação com mesmo período do ano passado, para R$ 30,8 milhões, de acordo com comunicado divulgado na quarta-feira, 10. Apesar do cenário adverso do mercado interno, uma das empresas Randon responsável pela produção de itens de fricção, atingiu faturamento líquido 4,2% maior nos seis primeiros meses do ano, ao somar R$ 421,4 milhões, resultado que só não foi melhor devido à queda de 16,9% do faturamento no mercado interno, que fechou em R$ 177,12 milhões – ou 42% do total. Segundo a empresa, o resultado no Brasil se deve ao mix de vendas no segmento de reposição e ao menor volume de vendas para montadoras devido à retração econômica no País. Por outro lado, as receitas no exterior aumentaram 27,7%, para R$ 244,4 milhões - 58% do faturamento total – desempenho que reflete o câmbio mais favorável às exportações e melhores volumes de vendas.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos e depreciação de ativos) fechou a primeira metade do ano em R$ 85,9 milhões, resultado 42,3% acima do apurado há um ano. O faturamento no mercado externo, considerando exportações a partir do Brasil somadas às atividades das filiais no exterior, chegaram a US$ 66,4 milhões, alta de 3,2% sobre o primeiro semestre de 2015. As exportações (FOB) avançaram 19%, ao fechar o período com US$ 40,7 milhões.

Em seu relatório divulgado ao mercado financeiro, a empresa informa que a boa performance no mercado externo combinada com o câmbio favorável foram os principais fatores que impulsionaram os resultados obtidos na primeira metade do ano, aliados à variedade de mercados e segmentos com os quais a Fras-le atua, além do amplo portfólio de produtos e da estratégia da rede.

Em volumes, foram produzidas 42,7 milhões de peças no primeiro semestre, uma redução de 4,3% no comparativo anual, basicamente refletindo a menor demanda por parte das montadoras. Já as vendas diminuíram em menor escala, em 1,7%, para 40,8 milhões de unidades, também reflexo da menor demanda do mercado.

“A combinação do câmbio favorável às exportações, a excelente gestão realizada sobre os custos operacionais bem como a estrutura operacional mais enxuta neste exercício, com equipes orientadas para o resultado e a priorização de projetos e ações que atendam às expectativas de rentabilidade, também chamado de conceito 80x20, e ainda, a melhora significativa na estrutura de capital de giro, através de negociações com fornecedores, gestão de crédito e cobrança mais efetiva aos clientes, e controle estatístico das demandas versus o estoque, tem proporcionado à Fras-le superar desafios importantes diante do atual cenário global, que pode ser comprovada por meio dos números apresentados”, defende o diretor superintendente e de relações com investidores da Fras-le, Ricardo Reimer.

A empresa conseguiu reverter o cenário de prejuízo apurado no primeiro trimestre deste ano (leia aqui).



Tags: Fras-le, lucro líquido, receita, faturamento, Ebitda, Randon.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência