Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Meritor comemora 60 anos de atuação no Brasil
Meritor começou com fábrica em Osasco e mantém a sede no local (Foto: Luis Prado)

Autopeças | 19/07/2016 | 20h03

Meritor comemora 60 anos de atuação no Brasil

Fabricante quer manter a liderança no mercado de eixos para veículos pesados

SUELI REIS, AB

60 anos, mais precisamente em 16 de julho de 1956, a Meritor iniciava sua história no Brasil. Com duas plantas operando atualmente - a sede em Osasco (SP) e a de Resende (RJ) - a fabricante de eixos para veículos pesados vem se renovando ao longo de sua trajetória, acompanhando os diferentes momentos do mercado nacional, enfrentando os altos e baixos da produção e a evolução por novos produtos.

“O maior desafio enfrentado pela Meritor nesses 60 anos de atuação, sem dúvida, é se manter líder do mercado em participação e tecnologia do produto”, lembra Silvio Barros, vice-presidente e diretor geral para a América do Sul.

Com 50% de participação do mercado de eixos para pesados, a Meritor acumula nessas seis décadas a produção de 8 milhões de unidades no Brasil, dos quais 3,5 milhões destinados ao segmento de comerciais pesados, que inclui caminhões e ônibus.

Fornecedora das principais montadoras atuantes no País – Ford, MAN LA, Iveco, Volvo, International, DAF, Mercedes-Benz e Agrale – a Meritor oferece todos os componentes que transmitem a força do motor da caixa de transmissão até as rodas, conjunto também conhecido como drivetrain.

Como toda a indústria, a empresa passa por uma das piores crises do setor, cuja produção retorna aos níveis de 10 anos atrás. Contudo, a empresa já trabalha com um cenário de retomada:

“Acreditamos que no segundo semestre de 2017 o setor deve se recuperar e consequentemente a Meritor voltar a crescer”, afirma Barros (leia aqui).

HISTÓRICO

Com o nome de Cresa, a companhia foi estruturada a partir da união entre a Cobrasma – Companhia Brasileira de Material Ferroviário, com usina em Osasco – e a Timken-Detroit Axle Division, divisão da Rockwell Spring & Axle e maior produtora de eixos para caminhões à época, isto em meados da década de 1950.

A Cresa foi absorvida pela Cobrasma Rockwell Eixos, sucedida pela Braseixos Rockwell, que depois passou a ser chamada de Braseixos e ainda Rockwell Braseixos. A Meritor surgiu com o desmembramento do braço automotivo da Rockwell International, em 1997, absorvendo a operação brasileira. Já em 2000, a empresa se uniu à Arvin em uma joint venture sob a razão social de ArvinMeritor, que também atuava no segmento de leves.

Em 2010, a organização vendeu os negócios globais dedicados a veículos leves e voltou a se dedicar integralmente aos sistemas e componentes para veículos comerciais. No Brasil, esta mudança veio em 2011, com a venda das divisões remanescentes em Limeira (SP).

Finalmente, a empresa anunciou a mudança de seu nome para Meritor: “Troxemos de volta o nome Meritor, que ganhou expressiva reputação no mercado de veículos comerciais e representa também a marca dos produtos. É uma das três principais sistemistas na América do Sul no segmento de caminhões, ônibus e veículos especiais”, completa Barros.

Assista ao vídeo exclusivo de ABTV sobre os 60 anos da Meritor:



Tags: Meritor, 60 anos, eixos, caminhões, fábrica, ArvinMeritor, Silvio Barros, Osasco, Resende.

Comentários

  • Wilson Souza da Silva

    Empresa muito boa para se trabalhar, escreveu Wilson, Ex-Operador de Empilhadeira e prestador de serviço Transpiratininga Logística e ID do Brasil Logística.

  • FRANCISCOBRAZ DE BRITO

    Trabalheina então Braseixos, entre os anos 60 e 70. Excelente empresa e com certeza foi a minha grande escola de base, para minha carreira futura na indústria metalúrgica. Sou muito grato a esta organização e me sinto honrado por ter participado de sua história.

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência