Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
FCA vai oferecer recompensa a hackers

Tecnologia | 13/07/2016 | 16h07

FCA vai oferecer recompensa a hackers

Como a Tesla, companhia dará bônus a quem encontrar fragilidades nos sistemas

REDAÇÃO AB

A FCA - Fiat Chrysler Automobiles – anunciou que vai recompensar hackers capazes de invadir ou burlar os sistemas de seus carros. A irônica atitude pretende rastrear e corrigir fragilidades nos softwares das marcas do grupo, aspecto cada vez mais crítico com o aumento da automação dos veículos. A medida foi inspirada na Tesla, fabricante de veículos elétricos que usa a mesma política. A FCA, no entanto, é a primeira montadora de alto volume a aderir ao método colaborativo para melhorar a segurança de seus sistemas.

A recompensa varia entre US$ 150 e US$ 1,5 mil. O valor será pago aos hackers que notificarem vulnerabilidades por meio do BugCrowd, plataforma colaborativa voltada à cibersegurança. A decisão de identificar falhas acontece um ano depois de jornalistas e hackers profissionais testarem um Jeep Cherokee e conseguirem violar o sistema de controle remoto por smartphone do carro.

Após o incidente, a FCA lançou atualização para o software do carro que também tinha vulnerabilidades. Titus Melnyk, gerente de arquitetura de segurança da FCA, entende que a nova medida pode trazer bons resultados. “Ao oferecer recompensas devemos atrair mais gente. É um incentivo”, avalia.

O programa similar da Tesla oferece valores de US$ 100 a US$ 10 mil a quem for capaz de hackear os sistemas e encontrar fragilidades. A iniciativa também fica hospedada na plataforma BugCrowd e já teria pago mais de 130 recompensas.



Tags: FCA, hacker, Fiat Chrysler Automobiles, Tesla.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência