Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Europa sustenta resultados do Grupo PSA no 1º semestre

Negócios | 12/07/2016 | 16h33

Europa sustenta resultados do Grupo PSA no 1º semestre

Negócios também cresceram na América Latina, com alta de 2% no Brasil

REDAÇÃO AB

O Grupo PSA sustentou no primeiro semestre de 2016 o patamar de vendas equivalente ao registrado no mesmo período do ano passado. Os negócios da empresa permaneceram estáveis, com leve queda de 0,2%, para 1,54 milhão de veículos entregues globalmente. Entre as marcas, a Peugeot teve a melhor performance, com leve alta de 0,5% para 891,3 mil unidades. A demanda por modelos Citroën encolheu 1% e ficou em 600,9 mil carros. Já a linha premium DS teve 51,9 mil emplacamentos, com baixa de 2,9%.

Houve aumento importantes das vendas na Europa, com 1,05 milhão de veículos entregues no continente, volume 7,4% superior ao do primeiro semestre de 2015. Com isso, a região foi a principal responsável por impedir que a companhia registrasse queda no período. Foram 601,3 mil carros da Peugeot, com forte participação de modelos como 2008 e Partner. Já a demanda por modelos Citroën somou 413,6 mil licenciamentos, recorde para os últimos cinco anos. C4 Picasso, C4 Cactus e C1 contribuíram para a evolução. As vendas de carros DS chegaram a 40,9 mil unidades com o lançamento do novo DS3 e do DS3 Cabrio.

As vendas na América Latina evoluíram 16,4% na comparação com igual intervalo de 2015, para 88,8 mil licenciamentos. O resultado da Peugeot foi positivo no Chile, com aumento de participação para mais de 7%, e na Argentina. Mesmo em crise, o Brasil deu contribuição positiva para o resultado global de vendas do Grupo PSA. Os emplacamentos da Peugeot cresceram 2% no País apesar da contração de 25% do mercado no período. Os negócios da Citroën tiveram leve alta de 1,3% no continente, com 28,9 mil unidades.

Na região que inclui Europa Oriental e Ásia o Grupo PSA repetiu a performance do primeiro semestre de 2015, com leve contração de 0,1%, para 5,1 mil veículos. Na China e no Sudeste asiático o resultado foi negativo em 19,4%, com 296,5 mil carros. Houve queda também na região Índia e Pacífico de 19,5%, para apenas 10,4 mil unidades. No Oriente Médio e na África a empresa entregou 87,4 mil veículos, com retração de 13,3%.



Tags: Grupo PSA, vendas, Peugeot, Citroën, DS.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência