Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Crédito | 13/06/2016 | 15h46

Vendas financiadas de veículos têm queda de 30,5% até maio

Volume total fica abaixo das 500 mil unidades, incluindo leves e pesados

REDAÇÃO AB

As vendas financiadas de veículos novos entre janeiro e maio totalizaram 454,8 mil unidades, entre leves e pesados, representando queda de 30,5% sobre o volume registrado em iguais meses do ano passado, quando 654,8 mil veículos foram comprados a prazo. Os dados foram divulgados na segunda-feira, 13, pela Cetip, que opera o Sistema Nacional de Gravames (SNG), cadastro das restrições financeiras de veículos dados como garantia em operações de crédito no País.

O segmento de automóveis e comerciais leves puxou o resultado para baixo ao registrar a maior queda, de 31,1% na mesma base de comparação, passando de 624,9 mil para 430,5 mil unidades.

Já o de pesados apresentou queda de 18,7% no acumulado entre janeiro e maio, para 24,3 mil unidades, entre caminhões e ônibus. Há um ano, este volume foi de 29,9 mil veículos.

USADOS

Apesar de também estar em retração, as vendas a prazo de veículos usados continuam sofrendo menos com relação aos novos, com índices de queda menores. No total, considerando leves e pesados, o setor de usados repassou apenas 8,5% a menos entre janeiro e maio, para 1,09 milhão de unidades, sendo que há um ano o volume foi de 1,19 milhão.

Desta vez, os leves tiveram a menor queda, de 8,5%, para 1,048 milhão de unidades sobre as 1,14 milhão de um ano antes. Enquanto isso, pesados tiveram redução de 9,5% nos repasses de proprietários, de 52,9 mil para 47,8 mil, sempre considerando o acumulado de cinco meses entre 2015 e 2016.

No segmento de duas rodas, as vendas a prazo para motocicletas novas caíram 25,1% no acumulado do ano até maio, para 272,5 mil unidades, enquanto as usadas, com 40,2 mil unidades, ficaram 9,7% abaixo do registrado há um ano.

MODALIDADES

Entre as formas de pagamento para financiar veículos, os consumidores continuam preferindo o CDC, crédito direto ao consumidor, cuja participação ficou em 79,1% no fechamento de maio, com um total de 1,48 milhão de contratos realizados nos cinco meses completos do ano, o que representa queda de 19% sobre o ano passado, acompanhando a queda geral do setor.

Consórcios aparecem como segunda opção mais utilizada pelos consumidores, com 18,2% de participação dos contratos ou 322,1 mil, volume 0,7% do que o registrado há um ano. Leasing ficou com apenas 1,2% da fatia dos financiamentos, com pouco mais de 28 mil novos contratos, aumento de 3,8%. Os dados das modalidades incluem todos os segmentos, leves, pesados e motocicletas.



Tags: Vendas financiadas, Cetip, financiamentos, CDC, consórcio, leasing.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência