Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Balanço | 09/06/2016 | 19h14

Ociosidade supera 50% nas autopeças

Índice é recorde e ocasiona queda de 16,4% nos empregos do setor

MÁRIO CURCIO, AB

Pelo segundo mês seguido, a ociosidade na indústria de autopeças bateu recorde ao atingir 50,2% em abril, superando em 3,9 pontos porcentuais o número registado em março. A ociosidade é a maior desde 2010, quando o método atual de medição foi adotado pelo Sindipeças, entidade que reúne fabricantes do setor.

O emprego nacional no setor baixou 1,4% em abril ante março e no acumulado do quadrimestre já registra queda de 16,4% ante os mesmos meses de 2015.

- Veja aqui os números do Sindipeças.

As vendas líquidas da indústria de autopeças no acumulado de janeiro a abril deste caíram 9,9% ante o mesmo período de 2015. Os negócios com montadoras foram 20,2% menores em relação aos quatro meses do ano passado, mas ainda representam mais de 50% do faturamento total do setor.

As vendas para o mercado de reposição tendem à estabilidade. No acumulado até março havia leve queda de 2,3%, que com a soma de abril diminuiu para -0,2%. É provável que a inclusão de maio torne o número positivo no próximo confronto com 2015.

As exportações cresceram 11,7% em reais, mas a conversão do valor em dólares resulta em queda de 14,4%. Os negócios intrassetoriais (entre as fábricas de autopeças) cresceram 3,9%. Os dados do Sindipeças são elaborados a partir de informações de 64 empresas que representam 32,2% do faturamento total da indústria de autopeças no Brasil.



Tags: Autopeças, recorde, empregos, montadoras, reposição, intrassetoriais.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência