Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Produção nacional de motos recua 34%

Balanço | 09/06/2016 | 15h10

Produção nacional de motos recua 34%

Fabricantes de Manaus montaram só 383 mil unidades de janeiro a maio

MÁRIO CURCIO, AB

A produção de motos em maio registrou 92,3 mil unidades e alta de 46,4% sobre abril. No acumulado do ano, porém, as 383 mil unidades montadas resultaram em queda de 34% ante os mesmos meses do ano passado. As vendas no atacado (feitas das fábricas para a rede) em maio tiveram 87,2 mil motocicletas repassadas e acréscimo de 20,9% sobre abril. No acumulado, os 374,8 mil exemplares tiveram 32,8% de queda ante os mesmos meses de 2015. Os números foram divulgados pela Abraciclo, entidade que reúne fabricantes do setor.

- Acesse aqui os dados de produção e aqui as vendas no atacado.

Segundo a associação, em abril havia ocorrido uma forte queda na produção para que as fábricas se adequassem ao mercado. “Em maio ela retomou a patamares suficientes para atender a demanda e recompor os estoques que estavam abaixo das necessidades para alguns modelos”, diz o presidente da Abraciclo, Marcos Fermanian.

A fraco desempenho do setor compromete a produção até mesmo de modelos colocados recentemente no mercado. A Dafra lançou em 2015 duas motos KTM de pequeno e médio portes, 200 Duke e 390 Duke, que são vendidas na rede Dafra e também nas lojas dedicadas somente à marca austríaca. A produção das duas juntas foi de somente 309 unidades neste ano. No Salão Duas Rodas, em outubro do ano passado, a Dafra apresentou a moto Horizon 150, uma custom de baixa cilindrada. Mas nem o fator novidade nem a falta de concorrentes embalaram suas vendas e até maio o modelo teve apenas 168 unidades produzidas.

Ainda na linha Dafra, o Cityclass 200, lançado há menos de um ano e meio, teve só 48 unidades montadas em 2016, apesar de se tratar de um scooter, segmento que ganha espaço nas grandes cidades. Outro modelo do segmento com baixa produção em 2016 foi o Suzuki AN 125 Burgman. Foram fabricadas apenas 360 unidades em 2016, equivalentes a 72 unidades mensais em média, apesar de este ser o segundo modelo Suzuki mais emplacado da marca atualmente.

A soma de todas as motocicletas Suzuki produzidas em 2016 foi de pouco mais de 4 mil modelos, uma média de 800 por mês. Em seu melhor ano, 2008, quando ocupava o terceiro lugar em vendas e tinha 7,4% do mercado, a Suzuki registrou produção média mensal superior a 11 mil unidades.

Da Kawasaki também patina a Z300, uma naked lançada em 2015 e equipada com o motor semelhante ao da Ninja de mesma cilindrada. Neste ano a moto teve 50 unidades fabricadas. E a produção total da Kawasaki de janeiro a maio foi de 1.142 motocicletas. Em seu melhor ano no País, 2011, a Kawasaki produziu 967 motocicletas por mês.

EXPORTAÇÕES CRESCEM

Embora com pequenos volumes, a exportação de motos registra no acumulado do ano 23,5 mil unidades e alta de 83,9% sobre o mesmo período de 2015. O crescimento reflete a melhora dos negócios efetivados com a Argentina.



Tags: Motos, motocicletas, Abraciclo, Marcos Fermanian, KTM, Suzuki, Horizon.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência