Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias
Financiamentos recuam R$ 24,6 bi em um ano

Crédito | 30/05/2016 | 20h35

Financiamentos recuam R$ 24,6 bi em um ano

Saldo da carteira para compra de veículos cai 14% em 12 meses

PEDRO KUTNEY, AB

O saldo da carteira de crédito direcionado à compra de veículos perdeu R$ 24,6 bilhões nos últimos 12 meses terminados em abril passado, quando o estoque de financiamentos somou R$ 153 bilhões, contra 177,6 bilhões um ano antes, o que significou contração de quase 14%. Os números são do balanço mensal de operações do sistema financeiro nacional, que foram divulgados pelo Banco Central na quarta-feira, 25. O resultado confirma a tendência de queda continuada dos empréstimos para aquisição de carros no País, que estão em retração há cerca de três anos devido a fatores combinados como maior rigor dos bancos para efetuar novas concessões, falta de confiança do consumidor em contrair dívidas, aceleração do desemprego, encarecimento dos planos com elevação de juros e redução de prazos, além do nível de endividamento já alto, com retomada do crescimento da inadimplência nos últimos meses.

Nesse cenário, o volume de novos contratos tem sido menor do que o de encerrados, provocando a expressiva queda na carteira de crédito da modalidade. De janeiro a abril foram concedidos R$ 22 bilhões em novos financiamentos para compra de veículos, uma redução de 20,4% na comparação com o mesmo quadrimestre de 2015, quando foram abertos R$ 27,6 bilhões em novos contratos. O valor de concessões no período foi R$ 5,6 bilhões menor. Em dezembro, o melhor mês do ano passado, foram concedidos R$ 7,1 bilhões em crédito para o setor, valor que desceu para R$ 5,3 bilhões em abril, o quje representou recuo de 12% em relação a março.

As perspectivas pioram com o crescimento da inadimplência. Em abril o atraso nos pagamentos de financiamentos superior a 90 dias atingiu 4,5% do volume de crédito concedido, uma ligeira melhora em relação aos 4,8% apurados em março, mas ainda assim persistentemente acima dos 4%, como vem sendo registrado desde setembro do ano passado. A inadimplência havia se estabilizado em 3,9% desde dezembro de 2014 e começou a mostrar tendência de alta no segundo semestre de 2015.

A taxa média anual de juros para financiamento de veículos, que vinha subindo desde o ano passado, passando de 23,8% aa em janeiro para 26% aa em dezembro, chegou ao pico de 27,6 aa em fevereiro e começou a descer ligeiramente em março, para 27% aa, e em abril voltou a baixar levemente, para 26,8% aa. Ainda assim, o juro do crédito para comprar carros ficou 2,2 pontos porcentuais mais caro em 12 meses, enquanto os prazos médios permanecem estáveis, girando este ano em torno de 41 meses. Com isso, o preço das parcelas aumenta e afugenta possíveis novos clientes.



Tags: Financiamento, crédito, empréstimo, balanço, Banco Central.

Comentários

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

ABTV

AB Inteligência