Automotive Business
Siga-nos em:
AB Inteligência

Notícias

Ver todas as notícias

Indústria | 17/05/2016 | 16h50

Falta de peças da China afeta Chery em Jacareí

Montadora teve de dar licença remunerada para parte da produção

MÁRIO CURCIO, AB

Parte dos trabalhadores da montadora Chery, em Jacareí (SP) entra licença remunerada na quarta-feira, 18, retornando em 1º de junho. O motivo foi o atraso na chegada de peças vindas da China. Segundo o Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos e Região, a medida atinge 140 trabalhadores.

O atraso nas peças afeta a montagem tanto dos modelos Celer hatch e sedã como do novo QQ, cuja produção em série começou em abril. De acordo com o sindicato seriam itens grandes de aço estampado para a produção da carroceria. A fábrica do Vale do Paraíba tem 400 colaboradores e vem montando em média 60 carros por semana.

Durante a semana, mas por interrupção de fornecimento local, Fiat e VW pararam suas linhas de montagem (leia aqui).



Tags: Chery, Celer, QQ, sindicato, metalúrgicos.

Comentários

  • MARCO SCARPA

    Prezados, primeiramente não gostaria que a Chery cumprisse além de entregar as peças solicitadas à mais de 1 mês pela Concessionária DVP Carrão, a qual reclamo aqui, mas que acompanhasse até o final do reparo do meu veículo, pois creio que toda a propaganda positiva que a Chery tem feito precisa continuar ativa nas mídias, e principalmente nos consumidores, que assim como eu, ainda querem confiar na palavra de quem responde pela montadora. A concessionária já solicitou as peças, porém até agora não foram entregues, outros pedidos efetuados pela css já foram atendidos, mas o meu NÃO. Recebi ligação da Chery semana passada onde me disseram que as peças haviam sido enviadas, ainda não chegaram. Pedido 137 realizado em 24/05/2016.

Conte-nos o que pensa e deixe seu comentário abaixo Os comentários serão publicados após análise. Este espaço é destinado aos comentários de leitores sobre reportagens e artigos publicados no Portal Automotive Business. Não é o fórum adequado para o esclarecimento de dúvidas técnicas ou comerciais. Não são aceitos textos que contenham ofensas ou palavras chulas. Também serão excluídos currículos, pedidos de emprego ou comentários que configurem ações comerciais ou publicitárias, incluindo números de telefone ou outras formas de contato.

Veja também

AB Inteligência